Saúde

Diagnóstico

Número de brasileiros com diabetes cresceu 61,8% em 10 anos

Crescimento da doença é tendência mundial e atinge 8,9% da população brasileira. Sistema Único de Saúde oferece atenção integral e gratuita contra a doença
publicado: 15/02/2018 17h24, última modificação: 15/02/2018 17h24

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Número de brasileiros com diabetes cresceu 61,8% em 10 anos

Entre 2006 e 2016, o número de brasileiros com diabetes aumentou 61,8%. Isso significa que a doença passou de atingir 5,5% da população e, agora, atinge 8,9% das pessoas. Entre as mulheres, o índice é de 9,9% e, entre os homens, de 7,8%. Os dados são da pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) do Ministério da Saúde.

De acordo com o órgão, a tendência de crescimento da diabetes é observada em todo o mundo, influenciada por fatores como o envelhecimento da população, mudanças dos hábitos alimentares e prática de atividade física.

No Brasil, os números foram obtidos com entrevistas nas quais os participantes informaram a frequência semanal do consumo de sorvetes, chocolates, bolos, biscoitos ou doces. “Alimentação adequada e prática de exercícios físicos é essencial para conter a doença. Além da ampliação de acesso ao tratamento, temos atuado fortemente na promoção de hábitos saudáveis”, afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros. O ministério possui um guia com dicas fáceis e práticas que orientam o cidadão na busca por uma alimentação saudável.

Tratamento gratuito

De acordo com o Ministério da Saúde, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece gratuitamente: atenção integral e gratuita contra a doença, com ações de prevenção, detecção, controle e tratamento medicamentoso. “Para monitoramento do índice glicêmico, ainda está disponível nas unidades de Atenção Básica de Saúde, reagentes e seringas”, informa, em nota, a pasta.

Medicamentos gratuitos também podem ser obtidos por meio do programa Aqui Tem Farmácia Popular, parceria do Ministério da Saúde com mais de 34 mil farmácias privadas. Para diabetes, estão disponíveis o cloridrato de metformina, glibenclamida e insulinas.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério da Saúde