Você está aqui: Página Inicial > Textos > Reforma da Previdência: idade mínima

Reforma da Previdência: idade mínima

por Governo do Brasil — publicado 07/12/2017 16h28, última modificação 11/12/2017 16h48
Mudança cria sistema previdenciário mais justo e equilibrado

Mais igualdade com a reforma da PrevidênciaPelo novo texto proposto para a reforma da Previdência, fica estabelecida uma nova idade mínima de aposentadoria: 65 anos para os homens e 62 anos para as mulheres.

Ela será implantada de forma gradual, pelos próximos 20 anos. Essa regra deixa o sistema mais justo e equilibrado para todos os trabalhadores, sem gerar uma sobrecarga para os cofres públicos.

Além de alcançar a idade mínima, o novo texto diz que é necessário contribuir por, no mínimo, 15 anos com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Esse tempo mínimo de contribuição é o mesmo que está em vigor atualmente.

Se cumprir essas regras, o trabalhador já terá direito a 60% do salário de contribuição. Para conseguir receber o valor máximo da aposentadoria, o trabalhador precisa contribuir ao INSS em cima do teto, que hoje é de R$ 5.531,31.

Garantia de direitos

A reforma da Previdência não tira direitos de quem mais precisa, pelo contrário, ela garante um sistema mais justo para todos os brasileiros.

As regras atuais, com o pagamento de altas aposentadorias para políticos e o alto funcionalismo público, criam uma classe de privilegiados que se aposentam muito cedo e com valores que deixam o sistema insustentável. 

Para acabar com essa desigualdade, a reforma da Previdência vai promover um sistema mais equilibrado e sustentável.  

Banner - Reforma da Previdência

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Secretaria de Previdência