Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2010 > 04 > Vacinação contra o vírus da Influenza A (H1N1) continua até 21 de maio

Saúde

Vacinação contra o vírus da Influenza A (H1N1) continua até 21 de maio

por Portal Brasil publicado: 09/04/2010 15h08 última modificação: 28/07/2014 11h50
Exibir carrossel de imagens Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza A (H1N1)

Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza A (H1N1)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza A (H1N1) vai até o dia 21 de maio de 2010 e deve imunizar, em etapas, cerca de 91 milhões de brasileiros.

A iniciativa prioriza a imunização de grupos considerados mais vulneráveis à doença, como trabalhadores de serviços de saúde, gestantes, população indígena e pessoas com doenças crônicas. Além disso, uma grande parcela da população saudável e de menor risco também receberá a vacina (veja abaixo o calendário de vacinação para cada grupo).

Fique atento ao calendário e procure um posto de saúde na data da convocação. Se você tiver, leve a sua carteira de vacinação.

Para mais informações sobre a campanha e detalhes sobre contágio e formas de prevenção contra a Influenza A (H1N1) consulte o site oficial da campanha.

Como funciona a vacina

A vacina contra o vírus Influenza A H1N1 já está em uso em outros países, é segura e não tem sido observada relação entre seu uso e a ocorrência de reações adversas graves.

No Brasil, ela é injetável e administrada via intramuscular. Sua efetividade média é maior que 95% e a resposta máxima de anticorpos é observada entre o 14º e o 21º dia após a vacinação.

Após tomar a vacina, podem ocorrer reações leves como dor local, febre baixa, dores musculares, sintomas que passam em torno de 48 horas.

O que é H1N1?

O Influenza H1N1 é um vírus pandêmico que tem maior potencial de causar doenças respiratórias agudas graves, em comparação ao vírus da gripe comum. Sua transmissão ocorre de forma direta, de pessoa a pessoa, por meio de gotículas de saliva expelidas ao falar, tossir e espirrar. Também é transmitido por contato indireto, por meio de secreções de pessoas infectadas.

Principais sintomas

O período de incubação do vírus é de três a cinco dias, quando começam os primeiros sintomas, geralmente febre alta (acima de 38°C), tosse seca e dificuldade respiratória, acompanhados ou não de dor de garganta, dor muscular e nas articulações, manifestações gastrointestinais e dor de cabeça.

Caso apresente dois ou mais desses sintomas, a pessoa deve procurar seu médico de confiança ou a unidade de saúde mais próxima.

Clique aqui para imprimir o calendário de vacinação de bolso

Seja avisado por e-mail sobre a vacinação. Clique e cadastre-se

Fonte:
Ministério da Saúde
Site oficial da Campanha

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil