Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 03 > Vacinação contra a raiva em cães e gatos será em duas etapas

Saúde

Vacinação contra a raiva em cães e gatos será em duas etapas

por Portal Brasil publicado: 24/03/2011 14h08 última modificação: 28/07/2014 12h50
Divulgação/Prefeitura Municipal de Caieiras O Ministério da Saúde pretende vacinar 29 milhões de animais contra a raiva na campanha deste ano

O Ministério da Saúde pretende vacinar 29 milhões de animais contra a raiva na campanha deste ano

A campanha de vacinação nacional contra a raiva em cães e gatos será aplicada nas cidades do País entre os meses de julho e setembro, em duas etapas. Segundo o Ministério da Saúde, responsável pelo calendário, oito estados realizam a vacinação em julho e outros 17, em setembro. Um total de 32 milhões de doses serão distribuídas, a partir de maio, às Secretarias Estaduais de Saúde, que enviam para os municípios. 

Em 2011, o órgão espera vacinar 29 milhões de animais, uma vez que a campanha foi suspensa em 2010 por conta de relatos de reações adversas à dose, inicialmente no Rio de Janeiro e em São Paulo. Ao todo, foram 637 registros, dos quais 265 (41,6%) foram considerados graves – morte ou reação sistêmica (anafilaxia). 

Segundo o Ministério da Saúde, todas as vacinas que serão utilizadas na campanha passam por testes e só depois de aprovadas e liberadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) serão distribuídas aos estados. 

Para evitar que o problema se repita, durante a vacinação deste ano, será mantido o sistema de monitoramento de eventos adversos adotado em 2010, com notificação em formulário eletrônico para o Ministério da Saúde de reações à vacina identificadas nos animais. 


Cuidados com os animais doentes

Até o lançamento da primeira etapa da campanha, previsto para julho, o Ministério da Saúde reforça que os donos de cães e gatos fiquem em alerta quanto à saúde dos seus animais. Em caso de suspeita de raiva, por exemplo, os proprietários devem isolar o animal e chamar ajuda especializada, como técnicos do centro de controle de zoonoses local ou um veterinário da secretária municipal de saúde. 

Se a pessoa for agredida por qualquer animal, deve-se lavar imediatamente a ferida com água e sabão e procurar imediatamente um serviço de saúde para obter orientações sobre indicação de vacina ou soro. 

Quando a agressão for por cães ou gatos, segundo o ministério, os animais deverão ser confinados por dez dias após a agressão, para observação de sintomas da doença. Se o animal morrer, deve-se informar o departamento de zoonoses do município imediatamente. 

Caso seja detectada a presença de morcegos na região, os órgãos da saúde e agricultura local também devem ser acionados para adoção de medidas de controle e prevenção.


Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC

Governo digital