Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 04 > Inmetro analisa peixes e azeites e identifica os produtos mais saudáveis

Saúde

Inmetro analisa peixes e azeites e identifica os produtos mais saudáveis

por Portal Brasil publicado: 18/04/2011 15h13 última modificação: 28/07/2014 12h51

Durante o período da Semana Santa, os ovos de chocolate, peixes e os azeites estão entre os produtos mais procurados pelos consumidores. Por causa do aumento no consumo, o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) analisou  os teores de gordura e colesterol em diferentes tipos de peixes e azeites vendidos no País.

Os resultados das análises em peixes demonstraram que os peixes filhote e pescadinha foram os que apresentaram maior teor de lipídios, ou seja, são os mais gordurosos para o modo grelhado.

Já os peixes badejo e robalo foram os que apresentaram o menor teor de lipídios, sendo, conseqüentemente, os menos gordurosos.

Quanto ao colesterol, comparando os diversos tipos de peixe na versão grelhada, o badejo, seguido do namorado, foram os peixes que apresentaram os menores teores de colesterol. O pirarucu apresentou o maior teor de colesterol quando refogado em azeite extra virgem e em óleo, significando que, ao comer 300g de pirarucu refogado em azeite, o consumidor estará no limite da sua cota máxima diária.


Gordura saturada

No que diz respeito ao teor de gordura saturada, para o modo de preparo grelhado, os peixes que apresentaram maiores teores foram o filhote, a truta e a pescadinha. O badejo, novamente, foi o peixe que apresentou o menor teor.

Com relação aos ácidos graxos essenciais, ômega 3 e ômega 6, os resultados encontrados confirmaram a necessidade de equilíbrio entre o alto teor de ômega 3 e o baixo teor de saturados. “A ingestão de peixe é benéfica à saúde, pois sua carne é rica em vitaminas, minerais e ácidos graxos essenciais que reduzem o risco de doenças cardíacas. Contudo, a escolha do modo de preparo é fundamental para a manutenção dos benefícios desse alimento”, afirma Alfredo Lobo, diretor da Qualidade do Inmetro.

A análise dos azeites evidenciou que o de dendê é o menos adequado ao consumo diário: mais de 40% do total de ácidos graxos são saturados. O contrário ocorre com os azeites de oliva em geral, cujos teores de ácidos graxos saturados não ultrapassam 25%.

A influência do calor da fritura na perda do perfil de ácidos graxos dos azeites foi outro item analisado. “Entretanto, vale ressaltar que o uso de um azeite em fritura por tempo muito prolongado pode prejudicar a qualidade nutricional do mesmo”, alerta Lobo.

Para os testes, o Inmetro utilizou nove tipos de peixes, em posta e filé, categorizados como “água doce” (pirarucu, filhote e truta), “alto mar” (badejo e cherne) e “costa” (pescadinha, robalo, sardinha e namorado); e quatro diferentes tipos de azeite: virgem, extra virgem, oliva e dendê, nacionais e importados.

O Inmetro disse que enviará os relatórios das análises aos Ministérios da Saúde e da Pesca e Aquicultura, para usar como base em políticas públicas preventivas voltadas à saúde e à reeducação alimentar dos brasileiros.


Fonte:
Inmetro

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

ANS regulamenta contratação online de planos de saúde
Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) cria regras que dão mais segurança ao consumidor que for contratar um plano de saúde pela internet
Governo destinará R$ 1 bilhão às Unidades de Pronto Atendimento
Ministério da Saúde registrou economia R$ 1 bilhão após renegociação de contratos e outras medidas. Recursos serão destinados às UPAs e Santas Casas
Governo prepara campanha para combater o mosquito Aedes aegypti
A mobilização de combate ao mosquito Aedes aegypti será nacional. Confira o detalhamento das ações
Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) cria regras que dão mais segurança ao consumidor que for contratar um plano de saúde pela internet
ANS regulamenta contratação online de planos de saúde
Ministério da Saúde registrou economia R$ 1 bilhão após renegociação de contratos e outras medidas. Recursos serão destinados às UPAs e Santas Casas
Governo destinará R$ 1 bilhão às Unidades de Pronto Atendimento
A mobilização de combate ao mosquito Aedes aegypti será nacional. Confira o detalhamento das ações
Governo prepara campanha para combater o mosquito Aedes aegypti

Últimas imagens

Os dois nomes foram sabatinados e aprovados pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal (CAS)
Os dois nomes foram sabatinados e aprovados pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal (CAS)
Divulgação/EBC
Força Nacional do SUS viajou para a Colômbia em avião da FAB
Força Nacional do SUS viajou para a Colômbia em avião da FAB
Foto: Tenente Enilton/Força Aérea Brasileira
Redução das mortes é resultado do incentivo ao diagnóstico e início precoce do tratamento
Redução das mortes é resultado do incentivo ao diagnóstico e início precoce do tratamento
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Mais de 2,2 mil municípios participaram do levantamento do Ministério da Saúde sobre as doenças
Mais de 2,2 mil municípios participaram do levantamento do Ministério da Saúde sobre as doenças
Divulgação/Governo do Mato Grosso
Determinação da Anvisa foi publicada na edição desta quinta (24) do Diário Oficial da União
Determinação da Anvisa foi publicada na edição desta quinta (24) do Diário Oficial da União
Divulgação/Anvisa

Governo digital