Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 05 > Males do fumo passivo

Saúde

Males do fumo passivo

Fumantes passivos têm um risco 30% maior de contrair câncer de pulmão e 24% maior de infarto do coração do que os não-fumantes, segundo pesquisas do Instituto Nacional do Câncer
por Portal Brasil publicado: 31/05/2011 16h53 última modificação: 28/07/2014 12h52

A fumaça exalada por cigarros ou qualquer produto que seja derivado do tabaco é denominada poluição tabagística ambiental (PTA). Por ser extremamente tóxica, a inalação dessa fumaça por pessoas não-fumantes é chamada de tabagismo passivo ou fumo passivo.

A adoção de ambientes livres do fumo é o único modo de proteger a população das doenças causadas pela PTA, já que ficou comprovado que não existem níveis seguros de absorção da fumaça de cigarros. 

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), aproximadamente dois bilhões de pessoas são vítimas do fumo passivo no mundo, sendo que destas, 700 milhões são crianças, que sofrem com maior incidência de bronquites, pneumonia e infecções de ouvido, entre outras doenças. No Brasil, as crianças são 40% das vítimas do fumo passivo.

Os problemas de saúde a que o fumante passivo está exposto são inúmeros: câncer de pulmão ou da face, doença cardiovascular, infarto, AVC (acidente vascular cerebral) e enfisema pulmonar, dentre outras. “Um fumante passivo pode chegar a consumir o equivalente a 10 cigarros por dia, dependendo da exposição a que sofre”, afirma Ricardo Meirelles, pneumologista e técnico da Divisão de Controle de Tabagismo do Inca (Instituto Nacional do Câncer). Ele alerta também que quem convive com pessoas que fumam em ambientes fechados têm o dobro de chances de contrair doenças, comparadas aos não-fumantes que respiram ar puro diariamente.

Segundo a OMS, o fumo passivo é a terceira maior causa de morte evitável no mundo e a fumaça do cigarro, o principal agente poluidor de ambientes fechados.

Fontes:
Instituto Nacional do Câncer (Inca)
Aliança de Controle do Tabagismo

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Usuários aprovam atendimento no SUS #2
Luana de Jesus Silva Ferreira, 22 anos, elogia o atendimento que recebe no Posto 7 próximo a sua casa. Além disso, ela conta como foi seu parto, realizada na Casa de Parto São Sebastião, referência no Distrito Federal. Leia mais no Portal Brasil: http://goo.gl/e470ks
Usuários aprovam atendimento no SUS #1
Jaqueline Barbosa, técnica de enfermagem do Posto de Saúde 12, no Distrito Federal, fala sobre a satisfação de atender a população. Leia mais no Portal Brasil: http://goo.gl/e470ks
Jaime Oliveira fala sobre Portal Click Saúde
Click Saúde orienta a população na compra de produtos de saúde em sites de comércio eletrônico
Luana de Jesus Silva Ferreira, 22 anos, elogia o atendimento que recebe no Posto 7 próximo a sua casa. Além disso, ela conta como foi seu parto, realizada na Casa de Parto São Sebastião, referência no Distrito Federal. Leia mais no Portal Brasil: http://goo.gl/e470ks
Usuários aprovam atendimento no SUS #2
Jaqueline Barbosa, técnica de enfermagem do Posto de Saúde 12, no Distrito Federal, fala sobre a satisfação de atender a população. Leia mais no Portal Brasil: http://goo.gl/e470ks
Usuários aprovam atendimento no SUS #1
Click Saúde orienta a população na compra de produtos de saúde em sites de comércio eletrônico
Jaime Oliveira fala sobre Portal Click Saúde

Últimas imagens

A Semana Mundial do Aleitamento Materno vai até o dia 7 de agosto e tem como tema, em 2015, as mulheres que trabalham e amamentam
A Semana Mundial do Aleitamento Materno vai até o dia 7 de agosto e tem como tema, em 2015, as mulheres que trabalham e amamentam
Wilson Dias/Agência Brasil
Número de acidentes de trânsito no Brasil - comparativo 2008 e 2013 - mortes - internações
Número de acidentes de trânsito no Brasil - comparativo 2008 e 2013 - mortes - internações
Em dez anos, frota de motos cresceu 247,1% e representa quase 50% do total de veículos no Norte e Nordeste
Em dez anos, frota de motos cresceu 247,1% e representa quase 50% do total de veículos no Norte e Nordeste
Mario Bittencourt/Agecom
Seis municípios contaram com serviço Samu 192, com seis unidades de suporte básico e três de suporte avançado
Seis municípios contaram com serviço Samu 192, com seis unidades de suporte básico e três de suporte avançado
Erasmo Salomão

Governo digital