Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 06 > Saúde publica portaria que regulamenta Programa Rede Cegonha

Saúde

Saúde publica portaria que regulamenta Programa Rede Cegonha

por Portal Brasil publicado: 27/06/2011 17h24 última modificação: 28/07/2014 12h53

O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União desta segunda-feira (27) portaria que regulamenta a Rede Cegonha. Lançado no final de março pela presidenta Dilma Rousseff e pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, o programa conta com quase R$ 9,4 bilhões para garantir assistência segura e humanizada à mãe e ao bebê.

Um dos objetivos da iniciativa é dar mais qualidade aos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) na área de atenção à saúde das mulheres e crianças, desde a confirmação da gravidez, passando pelo pré-natal e o parto, até os dois primeiros anos de vida do bebê.

Concepção incentivada pelo governo federal, o parto humanizado é uma das principais características do programa. Na ação, se busca dar o máximo de conforto à gestante, num ambiente mais acolhedor, em que a mulher pode escolher um acompanhante.

O Rede Cegonha contará com R$ 9.397 bilhões do orçamento do Ministério da Saúde para investimentos até 2014. Os recursos serão aplicados na construção de uma rede de cuidados primários à mulher e à criança.


Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Mais Médicos: um serviço ao Brasil
Médico aposentado que aderiu ao programa do governo federal resolve servir em comunidades carentes.
Mais Médicos para todos
Inscrito no programa do governo federal, médico aposentado defende utilidade do Mais Médicos.
Mais Médicos contribui com importantes resultados na saúde da população brasileira
Renato Tasca, coordenador da Unidade Técnica Mais Médicos da OPAS/OMS, avalia o programa Mais Médicos: "Estou muito orgulhoso de estar apoiando o Brasil nessa tarefa desafiadora"
Médico aposentado que aderiu ao programa do governo federal resolve servir em comunidades carentes.
Mais Médicos: um serviço ao Brasil
Inscrito no programa do governo federal, médico aposentado defende utilidade do Mais Médicos.
Mais Médicos para todos
 Renato Tasca, coordenador da Unidade Técnica Mais Médicos da OPAS/OMS, avalia o programa Mais Médicos: "Estou muito orgulhoso de estar apoiando o Brasil nessa tarefa desafiadora"
Mais Médicos contribui com importantes resultados na saúde da população brasileira

Últimas imagens

Cadastro vai possibilitar a criação de políticas para ampliação do número de médicos especialistas, como pediatras
Cadastro vai possibilitar a criação de políticas para ampliação do número de médicos especialistas, como pediatras
Vila Velha-ES
Em 87,1% dos municípios havia atendimento de emergência (24 horas)
Em 87,1% dos municípios havia atendimento de emergência (24 horas)
Divulgação/Governo de SP
Ministro Arthur Chioro assinou um termo de compromisso para o enfrentamento da Hanseníase com 141 municípios matogrossense
Ministro Arthur Chioro assinou um termo de compromisso para o enfrentamento da Hanseníase com 141 municípios matogrossense
Rondon Vellozo/Ascom-MS
Vacina é segura e protege contra a paralisia infantil, que pode levar a morte ou deixar sequelas para o resto da vida
Vacina é segura e protege contra a paralisia infantil, que pode levar a morte ou deixar sequelas para o resto da vida
Gabriel Rosa/SMCS
São 20 equipamentos, entre aparelhos de raio-x móvel, vídeo laringoscópico, tomógrafo computadorizado (foto) entre outros
São 20 equipamentos, entre aparelhos de raio-x móvel, vídeo laringoscópico, tomógrafo computadorizado (foto) entre outros
Jaelson Lucas / SMCS

Governo digital