Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 07 > ANS esclarece usuários de planos de saúde sobre tempo de espera para atendimento

Saúde

ANS esclarece usuários de planos de saúde sobre tempo de espera para atendimento

por Portal Brasil publicado: 11/07/2011 17h34 última modificação: 28/07/2014 12h53

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou nota nesta segunda-feira (11) em resposta a dúvidas de usuários dos planos de saúde sobre o tempo máximo para atendimento por parte das operadoras. No mês de junho, uma resolução da agência impôs mais rigor aos planos de saúde no cumprimento de prazos de atendimento aos pacientes.

No comunicado, a agência reforça que as novas regras valerão apenas a partir de 18 de setembro de 2011, prazo para que as operadoras se adaptem às exigências.

A ANS esclareceu também que o prazo máximo para atendimento refere-se ao atendimento por qualquer profissional da especialidade desejada e não por um profissional específico, da preferência do beneficiário. “A ANS não pode interferir na capacidade de atendimento dos prestadores e sim regular para que haja no mínimo uma alternativa para o atendimento ao beneficiário”, explica a agência.

“O principal objetivo da norma é garantir que o beneficiário tenha acesso a tudo o que contratou e também estimular as operadoras de planos de saúde a promover o credenciamento de prestadores de serviços nos municípios que fazem parte de sua área de cobertura”, completa a nota.


Fonte:
ANS

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Campanha destaca a importância do tratamento da tuberculose
Ministério da Saúde lança Campanha Todos Juntos contra a Tuberculose. O objetivo é conscientizar a população da importância de fazer o tratamento até o fim da doença
Ministério da Saúde economiza R$ 3 bilhões em 300 dias de gestão
Parte dos recursos foram utilizados na compra de cinco milhões de doses extras de vacinas, tratamentos e renovação da frota de ambulâncias, além de construções de novas UPAs
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Ministério da Saúde lança Campanha Todos Juntos contra a Tuberculose. O objetivo é conscientizar a população da importância de fazer o tratamento até o fim da doença
Campanha destaca a importância do tratamento da tuberculose
Parte dos recursos foram utilizados na compra de cinco milhões de doses extras de vacinas, tratamentos e renovação da frota de ambulâncias, além de construções de novas UPAs
Ministério da Saúde economiza R$ 3 bilhões em 300 dias de gestão
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País

Últimas imagens

 Em 2016, mais de 2 milhões de atendimentos das PICs foram realizados em Unidades Básicas de Saúde
Em 2016, mais de 2 milhões de atendimentos das PICs foram realizados em Unidades Básicas de Saúde
Divulgação/Governo do Rio Grande do Sul
A interdição é resultado da comunicação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
A interdição é resultado da comunicação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Foto: Gilson Abreu/Fiep
Anvisa determinou que a empresa Newage Indústria de Bebidas Ltda recolha o estoque
Anvisa determinou que a empresa Newage Indústria de Bebidas Ltda recolha o estoque
Carla Cleto/Governo de Alagoas
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Divulgação/EBC
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Divulgação/Ministério da Saúde

Governo digital