Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 07 > Médicos são contratados para reforçar a saúde indígena na região do Alto Rio Purus

Saúde

Médicos são contratados para reforçar a saúde indígena na região do Alto Rio Purus

por Portal Brasil publicado: 12/07/2011 12h40 última modificação: 28/07/2014 12h53

O Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei), na região do Alto Rio Purus, passa esta semana pela reestruturação dos serviços de saúde indígena. Quatro novos médicos foram contratados para o atendimento em área, com a missão de reforçar o atendimento a 174 aldeias localizadas no sudeste do estado do Acre, no Noroeste de Rondônia e parte do sudoeste do Amazonas.

Os profissionais irão atender os polos base de Pauini, Manuel Urbano, Santa Rosa do Purus e a Casa de Saúde do Índio (Casai) de Rio Branco. A contratação é uma parceria do Dsei com os municípios acreanos que recebem recursos do Incentivo de Atenção Básica aos Povos Indígenas.

A contratação marca uma mudança na saúde indígena do local, afirma o chefe do Dsei Alto Rio Purus, Raimundo Alves da Costa. “Quando assumimos, no início do ano, o Dsei não tinha nenhum médico. Agora, recebemos um profissional via concurso para a Casai e concluímos a contratação de outros três para o atendimento nos pólos base. É um sinal das mudanças que a Sesai está promovendo”. 

Outra novidade no distrito é a autonomia gerencial. Desde abril, os 34 distritos que compõe o Subsistema de Atenção à Saúde Indígena (SasiSUS) estão em um processo de adaptação para efetivar a autonomia. “Aqui, no Acre, estamos bem avançados, faltam apenas alguns treinamentos em sistemas que o ministério usa, mas temos licitações programadas e em breve estaremos com autonomia plena”, destaca Costa. 

No quarto trimestre do ano, o Dsei será responsável por fazer um diagnóstico sorológico de hepatites virais nas comunidades indígenas que moram nos municípios de Assis Brasil e Santa Rosa dos Purus. Esses grupos somam uma população indígena de 4.500 pessoas. “Sabemos que a questão da hepatite na região é grave e precisamos desse inquérito para organizar ações de prevenção no âmbito do distrito”, conclui Raimundo.


Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

banner_servico.jpg

Últimos vídeos

Mais Médicos: um serviço ao Brasil
Médico aposentado que aderiu ao programa do governo federal resolve servir em comunidades carentes.
Mais Médicos para todos
Inscrito no programa do governo federal, médico aposentado defende utilidade do Mais Médicos.
Mais Médicos contribui com importantes resultados na saúde da população brasileira
Renato Tasca, coordenador da Unidade Técnica Mais Médicos da OPAS/OMS, avalia o programa Mais Médicos: "Estou muito orgulhoso de estar apoiando o Brasil nessa tarefa desafiadora"
Médico aposentado que aderiu ao programa do governo federal resolve servir em comunidades carentes.
Mais Médicos: um serviço ao Brasil
Inscrito no programa do governo federal, médico aposentado defende utilidade do Mais Médicos.
Mais Médicos para todos
 Renato Tasca, coordenador da Unidade Técnica Mais Médicos da OPAS/OMS, avalia o programa Mais Médicos: "Estou muito orgulhoso de estar apoiando o Brasil nessa tarefa desafiadora"
Mais Médicos contribui com importantes resultados na saúde da população brasileira

Últimas imagens

Nordeste foi a região mais beneficiada, com 24 médicos. Sudeste receberá 20 profissionais, seguido do Centro-Oeste (7), Sul (7) e o Norte(2)
Nordeste foi a região mais beneficiada, com 24 médicos. Sudeste receberá 20 profissionais, seguido do Centro-Oeste (7), Sul (7) e o Norte(2)
Divulgação/Ministério da Saúde
Cadastro vai possibilitar a criação de políticas para ampliação do número de médicos especialistas, como pediatras
Cadastro vai possibilitar a criação de políticas para ampliação do número de médicos especialistas, como pediatras
Vila Velha-ES
Em 87,1% dos municípios havia atendimento de emergência (24 horas)
Em 87,1% dos municípios havia atendimento de emergência (24 horas)
Divulgação/Governo de SP
Ministro Arthur Chioro assinou um termo de compromisso para o enfrentamento da Hanseníase com 141 municípios matogrossense
Ministro Arthur Chioro assinou um termo de compromisso para o enfrentamento da Hanseníase com 141 municípios matogrossense
Rondon Vellozo/Ascom-MS
Vacina é segura e protege contra a paralisia infantil, que pode levar a morte ou deixar sequelas para o resto da vida
Vacina é segura e protege contra a paralisia infantil, que pode levar a morte ou deixar sequelas para o resto da vida
Gabriel Rosa/SMCS

Governo digital