Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 10 > Justiça suspende audiências públicas da Anvisa sobre derivados do tabaco

Saúde

Justiça suspende audiências públicas da Anvisa sobre derivados do tabaco

por Portal Brasil publicado: 06/10/2011 16h00 última modificação: 28/07/2014 12h50

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região, suspendeu a realização das duas audiências públicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que iriam debater novos critérios no controle de produtos derivados do tabaco. As audiências seriam realizadas nesta quinta-feira (6), no Rio de Janeiro (RJ).

O pedido de cancelamento das audiências públicas foi feito pelo Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco. A alegação da entidade é de que os locais escolhidos para realização da audiência pública são inadequados por disponibilizarem “apenas 200 lugares”.

Na decisão, o desembargador responsável pelo caso,Vilson Darós, determina que a Anvisa fixe nova data para realização das audiências públicas, com aviso de no mínimo 15 dias de antecedência da ocorrência das mesmas. Além disso, a decisão exige que o local para realização das audiências públicas tenham capacidade mínima pra 1 mil pessoas.


Consultas públicas

As audiências públicas iriam discutir questões relativas às consultas públicas 112 e 117/2010 da Anvisa. A consulta pública 117/2010 trata sobre o uso de especiarias e aditivos que conferem sabor doce, mentolado e outros aos produtos derivados do tabaco.  Já a consulta pública 112/2010 dispõe sobre as embalagens e os materiais de propaganda dos produtos do tabaco.

Dados levantados pela Anvisa  apontam que, das 127.905 participações recebidas por via postal para a CP112/2010, apenas 10 continham contribuições de fato. Do restante, 106.583 eram apenas manifestações e 21.312 continham erros, que desqualificaram as manifestações Quanto à 481 participações recebidas por e-mail para a mesma consulta pública, apenas 78 continham contribuições, sendo que 262 eram apenas manifestações e 141 continham erros que desqualificaram as manifestações.

No que diz respeito à CP 117/2010, das 140.754 correspondências recebidas por via postal, apenas 28 continham contribuições de fato. As manifestações chegaram ao número 119.128 e 21.070 continham erros que as desqualificaram. Das 1.020 recebidas por e-mail, apenas 301 continham contribuições. No restante, 503 eram apenas manifestações e 216 continham erros que desqualificaram as manifestações.

 

Fonte:
Anvisa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões

Últimas imagens

Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Marcos Santos/USP Imagens
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Ronaldo Lima/Prefeitura de Diadema (SP)
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Arquivo/EBC
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Arquivo/EBC

Governo digital