Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 10 > Pacto pela redução da mortalidade infantil

Saúde

Pacto pela redução da mortalidade infantil

Brasil bate meta da ONU para redução de óbitos infantis em crianças com menos de 5 anos
por Portal Brasil publicado : 10/10/2011 16h48

No ano de 2012, o Brasil conquistou uma importante vitória na luta contra a mortalidade infantil. De acordo com o Relatório Progresso 2012 - O Compromisso com a Sobrevivência da Criança: Uma Promessa Renovada, divulgado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o País atingiu antecipadamente uma das metas estabelecidas no documento “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”: desde 1990 reduziu em 73% as mortes de crianças menores de 5 anos.

O número atual de óbitos no País é de 16 a cada mil nascimentos, número inferior à meta de 17,9 óbitos por mil, imposta pela ONU e que deveria ser atingida até 2015. Em 1990, a taxa brasileira indicava que a cada mil crianças nascidas vivas, 58 morriam antes de completar cinco anos. Agora, o Brasil figura entre os cinco países com maior redução no número de óbitos infantis.

Uma das razões que explicam este resultado é o fato de o Brasil possuir a maior e mais complexa rede de banco de leite do mundo, com 208 bancos e 109 postos de coleta em todo o País. O leite materno é essencial para todos os recém-nascidos, e principalmente para bebês prematuros, pois garante proteção contra infecções, alergias e outras doenças, além de um desenvolvimento saudável da criança. Também com a ajuda da Política de Aleitamento Materno, o tempo médio de amamentação aumentou em um mês e meio nas capitais brasileiras e no Distrito Federal.

Outra frente do Ministério da Saúde é o programa Rede Cegonha, que presta assistência integral às gestantes e bebês em mais de 4.800 municípios brasileiros. Lançada em 2011, a iniciativa tem como objetivo melhorar o acesso ao planejamento familiar, pré-natal, parto e pós-parto até o segundo ano de vida da criança.

A diminuição da pobreza no País também foi fator determinante para a diminuição dos óbitos infantis, já que para receber o benefício do Bolsa Família toda mulher gestante tem de realizar o pré-natal. No caso de mães com filhos até 7 anos, é necessário a apresentação da carteira de  vacinação em dia.

Fonte:
Ministério da Saúde

 

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil