Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 11 > ANS cria programa para avaliar Operadoras de Planos de Saúde

Saúde

ANS cria programa para avaliar Operadoras de Planos de Saúde

por Portal Brasil publicado: 07/11/2011 17h23 última modificação: 28/07/2014 12h49

Um programa inédito desenvolvido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e inspirado em modelos internacionais vai qualificar as operadoras de planos de saúde do País.

Segundo a agência, no Programa de Acreditação, quanto mais eficiente for a operadora, tanto em aspectos de gestão quanto no atendimento e na satisfação dos consumidores, melhor poderá ser percebida a qualidade dos serviços prestados. “Ou seja, além de incentivar a busca pela eficiência, a norma busca oferecer informação capaz de dar ao consumidor maior percepção em relação à qualidade de uma operadora de plano de saúde”, explica a ANS, em sua página.

No geral, o programa vai identificar e definir parâmetros de qualidade a serem utilizados pelas operadoras. Com esses dados, a ANS vai avaliar os serviços das operadoras, e, em seguida, vai comparar a qualidade dos serviços oferecidos com os padrões de qualidade preestabelecidos.

Uma das metas é estimular a adoção das melhores práticas por parte das operadoras. “A acreditação diminui algumas das imperfeições do mercado e permite que as operadoras conheçam melhor seu próprio negócio, identificando as soluções para os problemas com mais segurança e agilidade, além de possibilitar que os consumidores tenham uma melhor percepção das diferenças nos níveis de qualidade entre as operadoras”, explica o diretor Adjunto de Normas e Habilitação das Operadoras da ANS, Leandro Fonseca.

Apesar de serem usados para qualificar as empresas, a ANS afirmou que os critérios não serão obrigatórios, uma vez que as principais normas exigidas já foram regulamentadas e estabelecidas pela agência. 

A resolução que explica o programa foi publicada nesta segunda-feira (7).


Fonte:
Agência Nacional de Saúde Suplementar

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Foto: Rodrigo Nunes/MS
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)

Governo digital