Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 11 > Brasil lança Formulário Nacional de Fitoterápicos

Saúde

Brasil lança Formulário Nacional de Fitoterápicos

por Portal Brasil publicado: 10/11/2011 19h21 última modificação: 28/07/2014 12h49

A primeira edição do Formulário Nacional de Fitoterápicos, lançada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), reúne 83 monografias de medicamentos, como infusões, xaropes e pomadas. 

Com a nova publicação, que passa a compor a Farmacopeia Brasileira, a expectativa das autoridades sanitárias é que o uso e a produção de fitoterápicos (produzido com plantas medicinais)  ganhe impulso no País. Na prática, o documento é um tipo de guia para a fabricação de medicamentos fitoterápicos : define padrões únicos para a fabricação dos medicamentos a serem seguidos pela indústria. 

No formulário estão registradas informações sobre a forma correta de preparo, além de indicações e restrições do uso de cada espécie de fitoterápicos. Os requisitos de qualidade estão definidos de forma específica para a farmácia de manipulação e farmácias vivas. 

Para a diretora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Maria Cecília Brito, a publicação é um marco no desenvolvimento de fitoterápicos. “O ineditismo deste trabalho vai fazer com que iniciemos um processo que o Brasil necessita há muito tempo”, defende Cecília.

Já o diretor-presidente da Anvisa, Dirceu Barbano, defende um avanço na produção de fitoterápicos. “Nós temos uma das maiores biodiversidades do planeta e ainda somos um país com baixa participação no mercado de fitoterápicos”, explica Barbano.

Desde 1978, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece o uso de fitoterápicos, mas no Brasil, a política de uso de plantas medicinais teve início em 1981. Recentemente o decreto 5.813/2006 instituiu a Política Nacional de Plantas Medicinais.

Para saber mais informações, acesse o Formulário Nacional de Fitoterápicos.

 

Fonte:
Anvisa 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Número de brasileiros no Programa Mais Médicos aumentou
Em um ano, aumentou 44% a participação de médicos brasileiros no Programa Mais Médicos. Expectativa do governo é substituir 4 mil profissionais em três anos
Governo amplia recursos para UPAs 24h
Ministério da Saúde amplia em R$ 93 milhões os recursos para UPAS 24 horas. O investimento será usado para pagar e qualificar os serviços ofertados à população
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil
Em um ano, aumentou 44% a participação de médicos brasileiros no Programa Mais Médicos. Expectativa do governo é substituir 4 mil profissionais em três anos
Número de brasileiros no Programa Mais Médicos aumentou
Ministério da Saúde amplia em R$ 93 milhões os recursos para UPAS 24 horas. O investimento será usado para pagar e qualificar os serviços ofertados à população
Governo amplia recursos para UPAs 24h

Últimas imagens

A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Cícero Oliveira/UFRN

Governo digital