Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 11 > Cidades que apoiam aleitamento materno são premiadas

Saúde

Cidades que apoiam aleitamento materno são premiadas

por Portal Brasil publicado: 10/11/2011 12h40 última modificação: 28/07/2014 12h49

O Ministério da Saúde entrega, nesta quinta-feira (10), o prêmio Bibi Vogel aos municípios que promoveram durante 2009 e 2010, ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno desenvolvidas nestes anos. A premiação será feita durante o encerramento do I Encontro Nacional de Tutores da Rede Amamenta Brasil, realizado em Brasília (DF). As cidades do Rio de Janeiro (RJ) e Curitiba (PR) foram os grandes vencedores. Santos (SP) e Florianópolis (SC) serão premiadas com diploma de menção honrosa. O resultado do prêmio foi publicado no dia 31 de outubro no Diário Oficial da União.

O Rio de Janeiro ganhou destaque por uma série de iniciativas, como o programa “Pai não é visita”, que incentiva a presença dos pais nas enfermarias, a implantação de diversos postos de bancos de leite humano do município. Além destes, outra iniciativa promovida pelo Rio foi o trabalho articulado das Unidades Básicas de Saúde com as creches, que promove o aleitamento materno e a alimentação complementar saudável, além da possibilidade das servidoras que amamentam conseguirem um ano de licença maternidade. Para as comemorações da Semana Mundial da Amamentação de 2009, o município reuniu mil mães amamentando.

Em Curitiba, mereceram destaque ações como a criação do Programa de Aleitamento Materno (Proama), que mantém uma equipe 24 horas por dia disponível para orientar mães com dificuldades ou dúvidas para amamentar nas unidades de saúde da cidade e o Programa Mama Nenê, resultado de uma parceria entre as secretarias municipais de saúde e educação com o objetivo intensificar o aleitamento materno nas creches. Segundo dados da secretaria, em quatro anos o programa beneficiou mais de 1.300 bebês matriculados em 155 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e em 48 Centros de Educação Infantil (CEIs) conveniados. A intenção é terminar o ano com mais de 1.600 crianças atendidas.


Prêmio

O Prêmio Bibi Vogel foi criado pelo Ministério da Saúde com a publicação da Portaria 1907, de 13 de setembro de 2004 e destina-se a reconhecer ações desenvolvidas para a proteção, promoção e apoio ao aleitamento materno. Além disso, o prêmio é uma forma de reconhecimento à importância da amamentação para a prevenção e redução da morbimortalidade infantil. O nome do prêmio é homenagem a Sylvia Dulce Kleiner, atriz conhecida como Bibi Vogel que se dedicou a militância das ações de amamentação no País.

A primeira edição do prêmio ocorreu em 2005, e os premiados foram Araguaína (TO), Itabuna (BA), Piraí (RJ), Maringá (PR) e Brasília (DF). Todos receberam do Ministério da Saúde uma placa comemorativa com o título. Já na segunda edição, realizada em 2009, a Área Técnica de Saúde da Criança e Aleitamento Materno, da Secretaria de Atenção à Saúde, premiou os  Arapiraca (AL), Belém (PA), Manaus (AM) e Vitória (ES). Receberam menção honrosa os municípios de Uberlândia (MG) e Londrina (PR).

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Vacinação contra a gripe
Mais de 54 milhões de pessoas dos grupos prioritários devem ser vacinadas durante a campanha do Ministério da Saúde contra a gripe. A novidade deste ano é a inclusão dos professores das redes pública e privada no público-alvo
Projeto da Fiocruz usa bactéria para combater aedes aegypti
Projeto coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, usa uma bactéria encontrada na mosca da fruta para combater a dengue, zyka e chikungunya
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões
Mais de 54 milhões de pessoas dos grupos prioritários devem ser vacinadas durante a campanha do Ministério da Saúde contra a gripe. A novidade deste ano é a inclusão dos professores das redes pública e privada no público-alvo
Vacinação contra a gripe
Projeto coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, usa uma bactéria encontrada na mosca da fruta para combater a dengue, zyka e chikungunya
Projeto da Fiocruz usa bactéria para combater aedes aegypti

Últimas imagens

Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Arquivo/EBC
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Arquivo/EBC
Veículos reforçam  assistência à saúde na região do Alto Rio Solimões, onde 95% do transporte é fluvial
Veículos reforçam assistência à saúde na região do Alto Rio Solimões, onde 95% do transporte é fluvial
Foto: Luís Oliveira/Ministério da Saúde
Pesquisa entrevistou 53,2 mil pessoas maiores de 18 anos das capitais brasileiras
Pesquisa entrevistou 53,2 mil pessoas maiores de 18 anos das capitais brasileiras
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Governo digital