Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 11 > Documento para Rio +20 registra os avanços da saúde no Brasil

Saúde

Documento para Rio +20 registra os avanços da saúde no Brasil

por Portal Brasil publicado: 17/11/2011 16h36 última modificação: 28/07/2014 12h49

O Ministério da Saúde está elaborando documento com informações específicas sobre a saúde no Brasil para serem discutidas no contexto da Conferência Mundial sobre o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, Rio +20, que será realizada em junho de 2012 no Rio de Janeiro. Os avanços do atendimento a saúde no País desde a realização da Conferência Rio 92 e os desafios que a saúde irá enfrentar após a Conferência Rio +20 são alguns dos temas abordados no documento. 

“Em 1992, o Sistema Único de Saúde [SUS] cobria 3% da atenção básica, hoje atendemos 61%. O que representa mais de 100 milhões de pessoas beneficiadas. Além disso, a significativa melhoria das condições sanitárias urbanas. Esses fatos são um grande avanço para a saúde no Brasil”, diz o diretor do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde, Guilherme Franco Netto.

Além de apontar pontos positivos, o documento pretende mostrar outros fatos que afetam a saúde da população, como o caso da urbanização descontrolada. O Brasil é o país mais urbanizado da América Latina, dado que não significa, obrigatoriamente, qualidade de vida. “O que temos hoje são aglomerados urbanos estruturados de forma não planejada, onde a população está em péssimas condições e a saúde da população é diretamente afetada por esse crescimento desordenado”, ressalta Guilherme Netto.

Para elaborar o documento o Ministério da Saúde criou o Grupo de Trabalho (GT) para a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável Rio +20. No dia 14 de novembro, o GT realizou reunião sobre a saúde na Rio +20 durante o Congresso de Epidemiologia da Associação Brasileira de Pós-graduação em Saúde Coletiva (Abrasco), em São Paulo. O objetivo do encontro foi obter contribuições ao documento do ministério sobre saúde e desenvolvimento sustentável. 


Grupo de Trabalho

No mês de agosto de 2011, foi publicada Portaria do Ministério da Saúde 2030/11 que instituiu o Grupo de Trabalho da Saúde para a Conferência das Nações Unidas em Desenvolvimento Sustentável (RIO + 20).

O GT tem o compromisso de formular propostas de contribuição da saúde para os eixos da Conferência Rio +20: economia verde no combate à miséria; governança visando o fortalecimento do desenvolvimento sustentável e articular a participação do setor Saúde na Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio + 20). 

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Foto: Rodrigo Nunes/MS
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)

Governo digital