Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 11 > Saúde repassa R$ 8 milhões para o Rio de Janeiro

Saúde

Saúde repassa R$ 8 milhões para o Rio de Janeiro

por Portal Brasil publicado: 04/11/2011 12h30 última modificação: 28/07/2014 12h49

O estado do Rio de Janeiro recebeu R$ 8 milhões do Ministério da Saúde entre os dias 20 e 31 de outubro. A maior parte dos recursos transferidos no período – cerca de R$ 3,7 milhões – foram destinados ao bloco da Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar (MAC): referentes ao custeio de procedimentos como transplantes, quimioterapia, terapia renal substitutiva, entre outros. O repasse foi autorizado para 35 fundos de saúde dos municípios.

Pelo bloco da Vigilância em Saúde, o repasse foi de R$ 135,8 mil, verba que é destinada, por exemplo, a campanhas de combate ao Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, registro de câncer de base populacional e campanhas de vacinação integram esse bloco.

Apenas três municípios foram contemplados pelo bloco de Gestão do SUS, que financia políticas voltadas à regulação, controle, avaliação e monitoramento, visando o fortalecimento do SUS. Maricá, com R$ 30 mil, Saquarema e Silva Jardim, com R$ 20 mil cada, foram as cidades que receberam o incentivo para o custeio dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

O bloco Investimento, que totalizou R$ 360,7 mil, beneficiou os municípios de Araruama (R$ 26,7 mil), Maricá (R$ 26,7 mil) e Mendes (R$ 20 mil) – valores referentes à primeira parcela (10% do valor total aprovado) para a implantação de Unidades Básicas de Saúde (UBS). Foram repassados ainda R$ 150 mil para Campos dos Goytacazes, para a aquisição de equipamentos e material permanente de estruturação de unidades de atenção especializada em saúde.

O Fundo Estadual de Saúde a recebeu R$ 110,7 mil pelo bloco Investimento, relativos ao financiamento do Programa de Formação de Profissionais de Nível Médio para a Saúde (Profaps). O objetivo do programa é qualificar e habilitar trabalhadores em cursos de Educação Profissional para o setor saúde, já inseridos ou a serem inseridos no Sistema Único de Saúde (SUS), no período de oito anos.


Capital

Além dos recursos do Profaps, somados aos recursos transferidos a cidade do Rio de Janeiro, a capital ainda recebeu R$ 2 milhões para o bloco MAC e aproximadamente R$ 3,8 milhões para a Assistência Farmacêutica. Destes valores, quase R$ 4 milhões foram transferidos ao Fundo Estadual, parte para o financiamento de exames de mamografia para rastreamento e cirurgias do aparelho circulatório (R$ 213 mil) e o restante para a aquisição de medicamentos excepcionais usados no tratamento de doenças crônicas e raras.

Desde o início do ano, o Rio de Janeiro já recebeu cerca de R$ 2,7 bilhões, distribuídos entre os seis grandes blocos de repasses: Atenção Básica (R$ 504,7 milhões); MAC (R$ 1,9 bilhão); Vigilância em Saúde (R$ 96 milhões); Assistência Farmacêutica (R$ 158,5 milhões); Gestão do SUS (R$ 7,3 milhões); e Investimentos (R$ 57,3 milhões).

A transferência Fundo a Fundo consiste no repasse de valores, regular e automático, diretamente do FNS para os estados e municípios. Acompanhe aqu io repasse Fundo a Fundo para o seu município. 


Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

A interdição é resultado da comunicação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
A interdição é resultado da comunicação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Foto: Gilson Abreu/Fiep
Anvisa determinou que a empresa Newage Indústria de Bebidas Ltda recolha o estoque
Anvisa determinou que a empresa Newage Indústria de Bebidas Ltda recolha o estoque
Carla Cleto/Governo de Alagoas
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Divulgação/EBC
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Divulgação/Ministério da Saúde
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde

Governo digital