Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 11 > XIV Conferência Nacional de Saúde começa nesta 5ª, dia mundial contra a Aids

Saúde

XIV Conferência Nacional de Saúde começa nesta 5ª, dia mundial contra a Aids

por Portal Brasil publicado: 30/11/2011 20h03 última modificação: 28/07/2014 12h49

Será aberta nesta quinta-feira (1o), às 9h, no Auditório Master do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, a XIV Conferência Nacional de Saúde. É considerado o maior evento brasileiro na área e contará com a presença de segmentos da área de saúde, usuários, trabalhadores, gestores e prestadores, bem como todos os demais movimentos e instituições da sociedade, desde que atendam o que dispõe o Regimento da Conferência de Saúde.

São esperadas mais de quatro mil pessoas, entre delegados e convidados. Os delegados foram eleitos em conferências estaduais e municipais, nas quais foram retiradas propostas. Todos os participantes vão debater os desafios e as perspectivas do Sistema Único de Saúde (SUS) e aprovar propostas de melhorias.

Durante a abertura, os Correios vão lançar os oito selos da Emissão Especial "Campanha de Prevenção da Aids", ilustrados pelo cartunista Ziraldo. Estarão presentes o ministro da Saúde, Alexandre Padilha; o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro; e o cartunista Ziraldo.

Em seguida, às 12h, será feito o lançamento da cartilha da Aids, denominada Por Toda a sua Vida. A cartilha é dirigida a diversos públicos com a finalidade de orientar sobre as várias formas de prevenção. Juntamente com os selos, este lançamento marca a comemoração do Dia Internacional de Luta contra a Aids, no dia 1º de dezembro, conforme instituído pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Nesta data, serão realizadas milhares de ações de conscientização ao redor do mundo e os selos representam o engajamento dos Correios em prol da campanha.

Embora a abertura ocorra somente na quinta-feira, algumas atividades começaram já a partir desta quarta-feira (30), com um ato de Defesa do SUS, promovido pelos movimentos Ssciais e mesa sobre o documentário O Veneno Está na Mesa, do cineasta Silvio Tendler, a partir das 20h.

Depois da abertura, na quinta-feira, o presidente da 14ª. CNS, Alexandre Padilha, coordenará a Mesa Central Acesso e Acolhimento com qualidade: um desafio para o SUS. Logo depois, serão realizados ainda 11 diálogos temáticos, em que serão discutidos os desafios para efetivar a participação social, a seguridade social, o acesso universal e as políticas públicas, a relação público x privado, entre outros temas.

Durante o último dia da 14ª CNS (4/12) acontece a plenária final, com a votação de diretrizes e propostas que devem nortear as políticas públicas para o Sistema Único de Saúde nos próximos anos.

Fonte:
Correios
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Base integra informações dos sistemas de medicamentos dos estados e municípios
Consumo de medicamentos de cada estado e município, proximidade da data de vencimento e outras perguntas serão respondidas com a criação de uma base que integra as informações dos sistemas de estados e municípios ao sistema nacional
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Consumo de medicamentos de cada estado e município, proximidade da data de vencimento e outras perguntas serão respondidas com a criação de uma base que integra as informações dos sistemas de estados e municípios ao sistema nacional
Base integra informações dos sistemas de medicamentos dos estados e municípios

Últimas imagens

Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde

Governo digital