Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 12 > Governo lança novo plano de combate ao crack

Saúde

Governo lança novo plano de combate ao crack

por Portal Brasil publicado: 06/12/2011 20h56 última modificação: 28/07/2014 12h48

O governo federal lança, nesta quarta-feira (7), um conjunto de ações para o enfrentamento ao crack e outras drogas, além da campanha Crack, é Possível Vencer. As principais ações deverão se concentrar em três eixos: o cuidado, que prioriza o atendimento ao dependente químico e a seus familiares; autoridade, com foco no combate ao tráfico de drogas; e a prevenção.
As medidas serão anunciadas pela presidenta Dilma Rousseff, e os ministros Alexandre Padilha (Saúde) e José Eduardo Cardozo (Justiça) às 11h, no Salão Nobre do Palácio do Planalto.
As ações vão ampliar e fortalecer o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas, criado por decreto em maio de 2010. Um ano após a implantação, o governo federal pretende melhorar a eficácia do programa, com ações articuladas entre governo federal, estados, Distrito Federal e municípios, além da participação da sociedade civil.
Com isso, será possível aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários, intensificar o combate ao tráfico de drogas e às organizações criminosas e ampliar as atividades de prevenção por meio da educação, informação e capacitação.
Para aumentar a oferta de tratamento, será necessário ampliar rede de atenção, com a disponibilização de mais leitos e equipamentos. Outra alternativa seria a inclusão, agora ou em um futuro próximo, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no atendimento aos dependentes.
As ações de capacitação serão direcionadas a pessoas que trabalham no tratamento de usuários de drogas, tanto funcionários da rede pública de saúde quanto colaboradoras de clínicas privadas.

Fonte:
Agência Brasil

Veja mais no site

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País

Últimas imagens

Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde

Governo digital