Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 12 > Governo lança novo plano de combate ao crack

Saúde

Governo lança novo plano de combate ao crack

por Portal Brasil publicado: 06/12/2011 20h56 última modificação: 28/07/2014 12h48

O governo federal lança, nesta quarta-feira (7), um conjunto de ações para o enfrentamento ao crack e outras drogas, além da campanha Crack, é Possível Vencer. As principais ações deverão se concentrar em três eixos: o cuidado, que prioriza o atendimento ao dependente químico e a seus familiares; autoridade, com foco no combate ao tráfico de drogas; e a prevenção.
As medidas serão anunciadas pela presidenta Dilma Rousseff, e os ministros Alexandre Padilha (Saúde) e José Eduardo Cardozo (Justiça) às 11h, no Salão Nobre do Palácio do Planalto.
As ações vão ampliar e fortalecer o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas, criado por decreto em maio de 2010. Um ano após a implantação, o governo federal pretende melhorar a eficácia do programa, com ações articuladas entre governo federal, estados, Distrito Federal e municípios, além da participação da sociedade civil.
Com isso, será possível aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários, intensificar o combate ao tráfico de drogas e às organizações criminosas e ampliar as atividades de prevenção por meio da educação, informação e capacitação.
Para aumentar a oferta de tratamento, será necessário ampliar rede de atenção, com a disponibilização de mais leitos e equipamentos. Outra alternativa seria a inclusão, agora ou em um futuro próximo, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no atendimento aos dependentes.
As ações de capacitação serão direcionadas a pessoas que trabalham no tratamento de usuários de drogas, tanto funcionários da rede pública de saúde quanto colaboradoras de clínicas privadas.

Fonte:
Agência Brasil

Veja mais no site

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Anvisa determinou que a empresa Newage Indústria de Bebidas Ltda recolha o estoque
Anvisa determinou que a empresa Newage Indústria de Bebidas Ltda recolha o estoque
Carla Cleto/Governo de Alagoas
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Divulgação/EBC
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Divulgação/Ministério da Saúde
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa

Governo digital