Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 12 > Governo quer agilizar doação de terrenos da União a estados e municípios

Saúde

Governo quer agilizar doação de terrenos da União a estados e municípios

por Portal Brasil publicado: 28/12/2011 14h54 última modificação: 28/07/2014 12h48

O governo federal pretende modernizar o sistema de controle dos terrenos públicos para garantir mais rapidez aos pedidos de doação feitos por estados e municípios. “Queremos ser mais ágeis, para dar resposta mais rápida ao cidadão. O pedido varia de acordo com cada caso, mas o prazo não é satisfatório”, disse a secretária de Patrimônio da União do Ministério do Planejamento, Paula Motta. Para isso, foi desenvolvido um plano estratégico para aperfeiçoar a gestão dos patrimônios públicos da União. No documento, constam dez desafios até 2014.

Segundo a secretária, o governo federal manterá o sistema de doação de terrenos da União em 2012. Ela informou que o trabalho iniciado este ano terá continuidade durante todo o mandato da presidenta Dilma Rousseff. “O modelo de doação de terrenos é um dos carros-chefe da política atual. O governo está voltado para fazer com que a terra pública sirva de base para políticas de interesse social”, destacou.

A iniciativa visa a acelerar o desenvolvimento das políticas públicas. Cerca de 12,2 milhões de metros quadrados de terrenos da União foram doados em 2011 para construção de habitações populares do programa Minha Casa, Minha Vida e para ações de regularização fundiária. Quinze mil famílias de baixa renda foram beneficiadas.

Mais 138 imóveis foram destinados para apoiar políticas de cultura, transporte, saneamento e habitação de interesse social, além de projetos para ampliação ou instalação de órgãos públicos. Em 2011, a Secretaria de Patrimônio da União (SPU) realizou cerca de 450 atos de destinação de imóveis para a administração pública federal. Entre eles estão doações, entregas, cessões de uso gratuito e oneroso, arrendamentos e permissões de uso dos imóveis da União. Todas as unidades da Federação foram beneficiadas.

A secretaria também repassou 1,7 milhão de hectares na Amazônia ao Ministério do Meio Ambiente para a regularização fundiária de seis unidades de conservação de uso sustentável. Entre elas está a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Itatupã-Baquiá, no município de Gurupá, área de influência da Usina Hidrelétrica de Belo Monte.

 

Fonte:
Agência Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Arquivo/EBC
Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)

Governo digital