Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 12 > Hospital Conceição, em Porto Alegre, passa a integrar S.O.S Emergências

Saúde

Hospital Conceição, em Porto Alegre, passa a integrar S.O.S Emergências

por Portal Brasil publicado: 09/12/2011 20h56 última modificação: 28/07/2014 12h48

Responsável por 25% dos atendimentos de emergência em Porto Alegre, o Hospital Nossa Senhora da Conceição, que faz parte do Grupo Hospitalar Conceição (GHC), passa a integrar, a partir desta sexta-feira (9), o S.O.S Emergências, ação estratégica do Ministério da Saúde que tem o objetivo de qualificar e ampliar o atendimento prestado a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). 

“Não podemos nos acostumar com a realidade dos prontos socorros, como se fosse comum haver pessoas no corredor, internadas em cadeiras. Temos de nos indignarmos com essa situação e esta indignação deve ser o motor de um processo de mudança”, declarou o ministro Alexandre Padilha.

O Conceição é um dos 11 hospitais do País que receberão apoio do S.O.S Emergências, através de incentivo anual de R$ 3,6 milhões para custear a ampliação e a qualificação da assistência da emergência. Segundo o Ministério da Saúde, a unidade também poderá receber até R$ 3 milhões para aquisição de equipamentos e realização de obras e reformas na área física do pronto-socorro.

A unidade poderá, ainda, apresentar projetos para a criação de novos leitos de retaguarda e a qualificação para os leitos já existentes, com ações como aquisição de equipamentos. São considerados leitos de retaguardas enfermarias de leitos clínicos e de leitos de longa permanência, Unidades de Terapia Intensiva (UTI), Unidades Coronarianas e Unidades de Atenção ao Acidente Vascular Cerebral.

Nessa sexta-feira ministro adiantou que o programa Melhor em Casa também será instalado em Porto Alegre, com a criação de uma equipe para cada 100 mil habitantes. “Com este programa as pessoas que estão esperando leitos nos prontos-socorros poderão ter um atendimento mais humanizado dentro de casa, com médicos e enfermeiros indo visitá-los diariamente”, explicou o ministro.

Em cerimônia no Palácio Piratini, o ministro Alexandre Padilha assinou, com o prefeito José Fortunati e o governador Tarso Genro, um programa para a criação de mil novos leitos em Porto Alegre nos próximos três anos. O objetivo é estruturar a rede de atenção integral à saúde na capital gaúcha. 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
O Ministério da Saúde está trabalhando para diminuir a espera por cirurgias eletivas, aquelas que não são emergências
Mutirão já realizou mais de 33 mil cirurgias no país
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Candidatos poderão escolher até quatro cidades de preferência e concorrer às vagas
Arquivo/EBC
Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)

Governo digital