Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 12 > Hospital da Restauração integra o SOS Emergências

Saúde

Hospital da Restauração integra o SOS Emergências

por Portal Brasil publicado: 09/12/2011 14h34 última modificação: 28/07/2014 12h48

A maior emergência pública do Nordeste vai integrar, a partir desta quinta-feira (8), o S.O.S. Emergências, ação estratégica do Ministério da Saúde que tem o objetivo de qualificar e ampliar o atendimento prestado a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). A implantação do projeto no Hospital da Restauração (HR), no Recife (PE), ocorreu na manhã desta quinta, durante visita do ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Durante passagem pela cidade, o ministro inaugurou o Hospital Pelópidas Silveira. Esta unidade contará com cerca de 180 leitos e atenderá, principalmente, a região Mata Norte do estado, com oferta de serviços de urgência e emergência. "O Ministério da Saúde vai investir R$ 50 milhões. Não será um hospital isolado, vai ajudar a melhorar o atendimento do HR e Getúlio Vargas”, destacou.

O HR é uma das 11 unidades hospitalares do País que receberão apoio do S.O.S Emergências, através de incentivo anual de R$ 3,6 milhões para custear a ampliação e a qualificação da assistência da emergência. Também poderá receber até R$ 3 milhões para aquisição de equipamentos e realização de obras e reformas na área física do pronto-socorro, conforme necessidade e aprovação de proposta.

“Os recursos serão repassados de imediato para criar um Núcleo de Qualidade no Atendimento. São profissionais contratados para melhorar a recepção aos pacientes e o fluxo interno do hospital. Os pacientes vão ficar em lugares mais adequados”, afirmou Alexandre Padilha.

“A Secretaria Estadual de Saúde está fazendo um grande esforço para adequar o Hospital da Restauração àquilo que a gente conhece de mais avançado na Medicina e transformar os ambientes de atendimento em locais mais humanizados e adequados à população. O Ministério da Saúde apoia, através do S.O.S Emergências, essa iniciativa”, disse Padilha.

O Hospital da Restauração realiza, mensalmente cerca de 2.300 internações. Foram 8,4 mil internações de janeiro a agosto de 2011. No mesmo período foram 36,6 mil atendimentos gerais, entre emergência e outros tipos de internações

O projeto S.O.S Emergências deverá funcionar articulado com os demais serviços de urgência e emergência que compõem a Rede Saúde Toda Hora, coordenada pelo Ministério da Saúde e executada pelos gestores estaduais e municipais em todo o País. Esses serviços englobam o Samu 192, Upas 24 horas, Salas de Estabilização, serviços da Atenção Básica e Melhor em Casa.

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Base integra informações dos sistemas de medicamentos dos estados e municípios
Consumo de medicamentos de cada estado e município, proximidade da data de vencimento e outras perguntas serão respondidas com a criação de uma base que integra as informações dos sistemas de estados e municípios ao sistema nacional
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Consumo de medicamentos de cada estado e município, proximidade da data de vencimento e outras perguntas serão respondidas com a criação de uma base que integra as informações dos sistemas de estados e municípios ao sistema nacional
Base integra informações dos sistemas de medicamentos dos estados e municípios

Últimas imagens

Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde

Governo digital