Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 12 > Oficina reúne apoiadores da Rede Cegonha

Saúde

Oficina reúne apoiadores da Rede Cegonha

por Portal Brasil publicado: 07/12/2011 15h32 última modificação: 28/07/2014 12h48

A estratégia Rede Cegonha, voltada à qualificação e humanização da assistência à mulher e ao bebê no Sistema Único de Saúde (SUS), conta com o trabalho de apoiadores institucionais para a estruturação desta rede de assistência nos estados e municípios. A partir desta quarta-feira (7) até a próxima sexta (9), a equipe de apoiadores estará reunida, em Brasília, para a primeira oficina de discussão e organização do trabalho destes profissionais de saúde no contexto da Rede Cegonha. O trabalho será feito em todos os estados que contribuírem com a qualificação da assistência obstétrica e neonatal no SUS.

A oficina possibilitará o compartilhamento, a atualização e o debate de estratégias para a consolidação da Rede Cegonha. A expectativa é que o encontro também fortaleça o afinamento entre os apoiadores e as Coordenações de Saúde da Mulher nos estados. “Esta será a primeira oportunidade para esclarecimento e pactuação das ações de apoio institucional à rede, em âmbito nacional, possibilitando a articulação das pessoas que têm a missão direta de implementar as ações de saúde”, explica o coordenador da Política Nacional de Humanização do Ministério da Saúde, Gustavo Nunes de Oliveira.

Alguns apoiadores institucionais da Rede Cegonha já estão atuando nas maternidades do SUS, como é o caso daqueles que trabalham em unidades localizadas na Amazônia Legal e no Nordeste. Para a escolha dos apoiadores foram utilizados critérios como o conhecimento da estrutura de assistência e gestão do SUS e das redes de atenção, além do conhecimento sobre o funcionamento de uma maternidade, a humanização do parto e nascimento, os direitos sexuais e reprodutivos (que materializam as diretrizes da Rede Cegonha) e as melhores evidências científicas de Atenção ao Parto e Nascimento Seguros e Humanizados, preconizadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Durante a oficina está prevista a discussão e validação do Guia de Apoio Institucional da Rede Cegonha, que está sendo elaborado com base no trabalho dos apoiadores.

Qualificação

O Ministério da Saúde vem investindo na qualificação de 26 maternidades da Amazônia Legal e do Nordeste a partir da implementação de ações voltadas à melhoria da atenção à saúde e da gestão. Entre as medidas, destacam-se a garantia do direito ao acompanhante, a ambiência e o acolhimento com classificação de risco e em rede. O objetivo é que a Rede Cegonha amplie estas diretrizes para todo o País, para que sejam plenamente assegurados os direitos da gestante, do bebê e da família.

A estratégia Rede Cegonha, lançada em março deste ano, é uma rede de cuidados que visa garantir à mulher o direito ao planejamento reprodutivo e à atenção humanizada durante a gravidez e o parto. A rede também é voltada a assegurar, à criança, o direito ao nascimento seguro e ao desenvolvimento saudável.
 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Foto: Rodrigo Nunes/MS
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)

Governo digital