Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 12 > Rio de Janeiro recebe lanchas para fiscalização de infrações ambientais

Saúde

Rio de Janeiro recebe lanchas para fiscalização de infrações ambientais

por Portal Brasil publicado: 06/12/2011 10h55 última modificação: 28/07/2014 12h48

O Ministério da Pesca doou, nesta segunda-feira (5), 14 lanchas para fiscalizar as infrações ambientais, como a pesca predatória e vazamentos de óleo, na costa do Rio de Janeiro. A Marinha recebeu 11 lanchas, o Instituto Estadual de Ambiente do Rio de Janeiro (Inea) recebeu duas e a última lancha foi para o Instituto Nacional do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama).

O ministro da Pesca, Luiz Sérgio, disse que o trabalho de fiscalização de combate às ações de pesca predatória são feitas pelos órgãos federais em conjunto com o Inea, por isso as doações ao órgão estadual. "Aqui no Rio de Janeiro, a atividade relativa à pesca é uma ação conjunta com o Inea. Então, junto com outros órgãos como o Ibama, a Marinha e a Capitania dos Portos, vamos convergir esforços utilizando esses equipamentos públicos de excelente capacidade de trabalho”.

De acordo com o secretário do Ambiente do Rio de Janeiro, Carlos Minc, a doação vai ajudar o Inea, já que em algumas ações de combate contra infrações, o órgão tem dificuldades de acesso. "Muitas vezes nós nos associamos ao Ibama para fazer ações de pesca predatória. O que no caso é em alto mar e não temos condições, não temos equipamento”.

Minc disse ainda que o número crescente de empresas se instalando no estado, faz com que aumente o risco de irregularidades ambientais. “Muitos barcos, petroleiros e navios estão aumentando suas produções. Além disso, temos as siderúrgicas e portos. Então, muitas vezes os barcos trocam a água de lavagem de lastro, poluem as baías. E a gente não está tendo como fiscalizar”.


Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Crianças dão um show de conhecimento sobre a luta contra o Aedes aegypti
Aedes aegypti é transmissor de doenças graves, como a dengue, a zika e a chikungunya
Hospital da Bahia oferece tratamento completo contra o câncer
Hospital das Obras da Irmã Dulce, em Salvador, implantou radioterapia
SUS oferece tratamento para parar de fumar
Parar de fumar é uma decisão fundamental para a saúde, mas abandonar a dependência pode ser bem difícil
Aedes aegypti é transmissor de doenças graves, como a dengue, a zika e a chikungunya
Crianças dão um show de conhecimento sobre a luta contra o Aedes aegypti
Hospital das Obras da Irmã Dulce, em Salvador, implantou radioterapia
Hospital da Bahia oferece tratamento completo contra o câncer
Parar de fumar é uma decisão fundamental para a saúde, mas abandonar a dependência pode ser bem difícil
SUS oferece tratamento para parar de fumar

Últimas imagens

Todos os dias, há 12 novas consultas de crianças e adolescentes com suspeita de doenças cardíacas no INC
Todos os dias, há 12 novas consultas de crianças e adolescentes com suspeita de doenças cardíacas no INC
Divulgação/INC
Em cada estado, foram selecionadas três maternidades para receber a estratégia neste primeiro momento
Em cada estado, foram selecionadas três maternidades para receber a estratégia neste primeiro momento
Divulgação/Governo de Goiás
Organização alertou ainda que o comércio ilegal de tabaco está agravando o tabagismo
Organização alertou ainda que o comércio ilegal de tabaco está agravando o tabagismo
Arquivo/USP Imagens
Os preservativos são distribuídas pelo SUS gratuitamente em todo o País
Os preservativos são distribuídas pelo SUS gratuitamente em todo o País
Divulgação/Ministério da Saúde
O Soliqua é indicado para o tratamento de diabetes mellitus tipo 2 para melhorar o controle glicêmico
O Soliqua é indicado para o tratamento de diabetes mellitus tipo 2 para melhorar o controle glicêmico
Antonio Cruz/Agência Brasil

Governo digital