Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 12 > Saúde mantém canal permanente de comunicação com cidadãos

Saúde

Saúde mantém canal permanente de comunicação com cidadãos

por Portal Brasil publicado: 30/12/2011 18h09 última modificação: 28/07/2014 12h48

O Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe de um canal de comunicação direta com os cidadãos, a Ouvidoria Geral, que pretende esclarecer dúvidas sobre diversos temas ligados à saúde. A estratégia é buscar facilitar a memorização do contato e, por consequência, ampliar o uso deste instrumento participativo.

Em 2011, o serviço passou por uma importante mudança, a substituição do 0800 61 1997 pelo número 136. A implantação do novo número e a readequação administrativa da Central de Ouvidoria (Disque Saúde) provocaram inicialmente uma redução no número de ligações recebidas. Durante todo o ano foram 3,5 milhões de chamadas, 21,7% a menos em relação a 2010. No entanto, levando em consideração apenas o segundo semestre de 2011, período em que boa parte das mudanças já haviam sido implementadas, o volume de ligações para o Disque Saúde apresentou um aumento de 16,4% em comparação ao ano passado.

“É fácil prever que em 2012 teremos números ainda maiores, pois estamos com novas equipes e mais postos de trabalho”, antecipa o diretor do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS (Doges), Luis Carlos Bolzan. Ele informa, ainda, que o Disque Saúde é apenas um dos canais de acesso à Ouvidoria do SUS. No portal do Ministério da Saúde, o canal ‘Fale Conosco’ permite que o usuário faça críticas e sugestões por escrito, e acompanhe o processamento de suas manifestações. Outros meios de acesso à Ouvidoria são a carta e o atendimento presencial.

Esclarecimentos

As ligações em 2011 geraram mais de 6,3 milhões de atendimentos na Unidade de Resposta Audível (URA). A URA é uma ferramenta de acesso às informações previamente gravadas e que permite o esclarecimento de dúvidas sem a necessidade de falar com um atendente. 

Os dados passam por uma análise estratégica dos temas de maior relevância, em um dado momento, ou que representem assuntos de grande procura pela população, facilitando assim a disseminação de informações. Das informações disseminadas, destaque para os temas Farmácia Popular, que geraram 18.168 orientações ao cidadão. Na sequencia, estão tabagismo (17.226), Aids (7.568) e Saúde da Mulher (3.610). 

Além destes, também são contabilizados os registros que direcionam o cidadão a contatar ou dirigir-se a estabelecimentos ou órgãos do Sistema Único de Saúde. Esses registros chegaram a 34.838. O volume de demandas reforça a característica de a Ouvidoria ser facilitadora no acesso aos serviços de saúde.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Crianças dão um show de conhecimento sobre a luta contra o Aedes aegypti
Aedes aegypti é transmissor de doenças graves, como a dengue, a zika e a chikungunya
Hospital da Bahia oferece tratamento completo contra o câncer
Hospital das Obras da Irmã Dulce, em Salvador, implantou radioterapia
SUS oferece tratamento para parar de fumar
Parar de fumar é uma decisão fundamental para a saúde, mas abandonar a dependência pode ser bem difícil
Aedes aegypti é transmissor de doenças graves, como a dengue, a zika e a chikungunya
Crianças dão um show de conhecimento sobre a luta contra o Aedes aegypti
Hospital das Obras da Irmã Dulce, em Salvador, implantou radioterapia
Hospital da Bahia oferece tratamento completo contra o câncer
Parar de fumar é uma decisão fundamental para a saúde, mas abandonar a dependência pode ser bem difícil
SUS oferece tratamento para parar de fumar

Últimas imagens

Organização alertou ainda que o comércio ilegal de tabaco está agravando o tabagismo
Organização alertou ainda que o comércio ilegal de tabaco está agravando o tabagismo
Arquivo/USP Imagens
Os preservativos são distribuídas pelo SUS gratuitamente em todo o País
Os preservativos são distribuídas pelo SUS gratuitamente em todo o País
Divulgação/Ministério da Saúde
O Soliqua é indicado para o tratamento de diabetes mellitus tipo 2 para melhorar o controle glicêmico
O Soliqua é indicado para o tratamento de diabetes mellitus tipo 2 para melhorar o controle glicêmico
Antonio Cruz/Agência Brasil
Ferramenta reduz custos, pois dá ao médico acesso ao histórico do paciente e evita exames ou consultas repetidas
Ferramenta reduz custos, pois dá ao médico acesso ao histórico do paciente e evita exames ou consultas repetidas
Foto: rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Em 2017, até o momento, a Santa Casa de Colombo registrou cerca de 9,3 mil procedimentos
Em 2017, até o momento, a Santa Casa de Colombo registrou cerca de 9,3 mil procedimentos
João Senechal/Prefeitura de Colombo (PR)

Governo digital