Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2011 > 12 > Terminou nesta quinta-feira (15) segunda fase da vacinação contra aftosa

Saúde

Terminou nesta quinta-feira (15) segunda fase da vacinação contra aftosa

por Portal Brasil publicado: 15/12/2011 20h12 última modificação: 28/07/2014 12h48

A segunda etapa da campanha nacional de vacinação contra a aftosa chega ao seu final nesta quinta-feira ( 15), em todo o Brasil.

Pernambuco, Piauí, Maranhão e a região centro-norte do Pará tiveram autorizada a transferência da vacinação para o período de 14 de novembro a 15 deste mês. Amapá e Amazonas sofreram prorrogações de 15 dias nas datas iniciais e também finalizarão a aplicação das doses. Os outros dois estados que concluirão o calendário normal neste prazo são Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Ambos seguiam na campanha apenas na região do Pantanal.

A previsão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é de que tenham sido imunizados cerca de 160 milhões de bovinos e bubalinos ao longo desta fase. A meta anual é proteger todo o rebanho da zona livre de febre aftosa com vacinação cerca de 205,6 milhões de animais aproximadamente .

Na maioria das unidades federativas, os rebanhos bovinos e bubalinos de todas as idades foram vacinados. Na Bahia, em Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Sergipe, Tocantins e Distrito Federal apenas os animais com idade até 24 meses receberam a segunda dose. As áreas indígenas de Raposa Serra do Sol e São Marcos, na fronteira com a Venezuela, receberam vacinação oficial.

Os serviços veterinários estaduais têm, aproximadamente, 30 dias para enviar o relatório final da segunda etapa de vacinação para o Mapa. O balanço geral da cobertura vacinal deverá ser divulgado no final de janeiro.

Saiba mais sobre o Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa.


Fonte:
Ministério da Agricultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Divulgação/EBC
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Divulgação/Ministério da Saúde
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Divulgação/Governo do Paraná

Governo digital