Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 01 > Anvisa deve tornar obrigatório teste de prótese de mama antes de liberar venda

Saúde

Anvisa deve tornar obrigatório teste de prótese de mama antes de liberar venda

por Portal Brasil publicado: 18/01/2012 12h22 última modificação: 29/07/2014 09h10
Divulgação/ Anvisa Anvisa  quer exigir teste de qualidade lote a lote dos implantes de seio antes de liberar a venda

Anvisa quer exigir teste de qualidade lote a lote dos implantes de seio antes de liberar a venda

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) quer tornar obrigatória a realização de testes de qualidade para todas as remessas de implantes mamários que chegarem ao País. A proposta consta de consulta pública que será publicada na quinta-feira (19), no Diário Oficial da União. Durante 30 dias - até o dia 17 de fevereiro de 2012, a população poderá enviar contribuições ao texto.

A medida tem a finalidade de fortalecer o controle sanitário e permitir, à autoridade sanitária brasileira, atestar as informações apresentadas pelo fabricante no momento do registro do produto. Atualmente, os certificados de conformidade e qualidade são entregues à agência como requisito para obtenção de registro. Com a nova norma, essa certificação será exigida, também, para todos os lotes destinados à venda no País.

A proposta de resolução estabelece, assim, que os fabricantes de próteses mamárias, antes de oferecerem seus produtos ao mercado nacional, deverão enviá-los para análise em laboratórios no Brasil, designados pela Anvisa e acreditados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). A certificação de todos os implantes passa a ser requisito para o comércio dos produtos.

Segundo o gerente-geral de Tecnologia de Produtos para Saúde da Anvisa, Joselito Pedrosa, a medida da agência é pioneira. “O Brasil será o primeiro País a exigir a certificação destes produtos lote por lote. Além disso, a Anvisa integra o Painel Permanente Internacional de Monitoramento de Próteses Mamárias”.

A Diretoria Colegiada da Anvisa determinou, ainda, o estabelecimento de um plano de monitoramento para as próteses vendidas no País antes da aprovação da nova norma. Os diretores definiram um prazo de 30 dias para a apresentação do documento à sociedade.

 

Fonte:
Anvisa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Número de brasileiros no Programa Mais Médicos aumentou
Em um ano, aumentou 44% a participação de médicos brasileiros no Programa Mais Médicos. Expectativa do governo é substituir 4 mil profissionais em três anos
Governo amplia recursos para UPAs 24h
Ministério da Saúde amplia em R$ 93 milhões os recursos para UPAS 24 horas. O investimento será usado para pagar e qualificar os serviços ofertados à população
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil
Em um ano, aumentou 44% a participação de médicos brasileiros no Programa Mais Médicos. Expectativa do governo é substituir 4 mil profissionais em três anos
Número de brasileiros no Programa Mais Médicos aumentou
Ministério da Saúde amplia em R$ 93 milhões os recursos para UPAS 24 horas. O investimento será usado para pagar e qualificar os serviços ofertados à população
Governo amplia recursos para UPAs 24h

Últimas imagens

A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Cícero Oliveira/UFRN

Governo digital