Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 01 > Anvisa proíbe venda de marca de açúcar cristal e de canela em pó por irregularidades

Saúde

Anvisa proíbe venda de marca de açúcar cristal e de canela em pó por irregularidades

por Portal Brasil publicado: 19/01/2012 12h40 última modificação: 29/07/2014 09h10

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização, por 90 dias, da canela em pó da marca Junita, com data de fabricação de 4 de julho de 2011, produzido pela Comercial JT de Alimentos Ltda., em Poços de Caldas (MG). A Anvisa considerou que o produto representa risco à saúde do consumidor por conter pelo de roedor.

A canela em pó está entre os alimentos submetidos ao controle e fiscalização sanitária da Anvisa, assim como bebidas, águas envasadas, aditivos alimentares e de medicamentos veterinários.

A presença dos pelos foi detectada em amostras do produto enviadas para análise no Instituto Octávio Magalhães da Fundação Ezequiel Dias, em Minas Gerais. A interdição do produto e do estabelecimento por 90 dias é feita como medida cautelar, para a realização de testes, provas, análises ou outras providências requeridas. Ao término desse prazo, o produto ou estabelecimento será automaticamente liberado.

A Anvisa também proibiu a distribuição e a comercialização, em todo o País, do Lote 12 do açúcar cristal especial da marca Estrela, com data de fabricação de 13 de maio de 2011 e validade até 13 de maio de 2013, produzido pela empresa LDC Bioenergia S.A., na filial Usina Passa Tempo, em Mato Grosso do Sul. Segundo laudo, o produto continha fragmentos metálicos de diversos tamanhos.

As resoluções foram publicadas no Diário Oficial da União desta quinta-feira (19) e já estão em vigor.

 

Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

 Em 2016, mais de 2 milhões de atendimentos das PICs foram realizados em Unidades Básicas de Saúde
Em 2016, mais de 2 milhões de atendimentos das PICs foram realizados em Unidades Básicas de Saúde
Divulgação/Governo do Rio Grande do Sul
A interdição é resultado da comunicação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
A interdição é resultado da comunicação com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Foto: Gilson Abreu/Fiep
Anvisa determinou que a empresa Newage Indústria de Bebidas Ltda recolha o estoque
Anvisa determinou que a empresa Newage Indústria de Bebidas Ltda recolha o estoque
Carla Cleto/Governo de Alagoas
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Divulgação/EBC
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Divulgação/Ministério da Saúde

Governo digital