Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 01 > Conselho Regional de Medicina do Rio reúne entidades médicas para discutir próteses de silicone proibidas

Saúde

Conselho Regional de Medicina do Rio reúne entidades médicas para discutir próteses de silicone proibidas

por Portal Brasil publicado: 23/01/2012 18h26 última modificação: 29/07/2014 09h10

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) promove nesta segunda-feira (23), uma reunião com representantes da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCO), da Sociedade Brasileira de Mastologia e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para debater o problema das próteses de silicone cujo uso foi recentemente proibido no Brasil.

A Anvisa cancelou o registro das próteses mamárias das marcas Poly Implant Prothese (PIP), da França, e Rofil, da Holanda, devido a adulterações do produto e ao risco à saúde. A estimativa do governo é que cerca de 15 mil mulheres tenham implantado próteses das marcas proibidas.

De acordo com a presidenta do Cremerj, a cirurgiã plástica Márcia Rosa de Araujo, cerca de 200 médicos devem comparecer ao encontro. “O objetivo da reunião é dar suporte ético e técnico aos cirurgiões que lidam com implantes de silicone. Pretendemos informar sobre como o médico deve proceder, como esclarecer dúvidas das pacientes e como se respaldar para o caso de ter usado essas próteses, pois a Anvisa deve assumir a reponsabilidade por ter liberado esse material e o ônus não pode ser do médico".

O Ministério da Saúde anunciou na semana passada que a substituição de próteses mamárias das marcas PIP e Rofil que apresentarem vazamentos será custeada pela rede pública de saúde e pelos planos de saúde privados. No entanto, a presidenta do Cremerj disse que o conselho ainda não recebeu nenhum comunicado oficial do governo.

"Não recebemos nenhuma notificação. Não existe ainda uma resolução da agência reguladora (ANS) a respeito. Sem essa resolução, os planos de saúde não têm obrigação custear nada", disse a Márcia Araújo.

Na última quinta-feira (19),  Anvisa abriu uma consulta pública para receber críticas e sugestões em relação à proposta de resolução que vai definir os requisitos mínimos de qualidade para implantes mamários e as exigência de certificação de conformidade dos produtos. As sugestões devem ser encaminhadas para a página eletrônica da Anvisa. 

 

Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões

Últimas imagens

A Sexta-feira Sem Mosquito vai contar com colaboração de toda a sociedade, com mobilização nas escolas públicas
A Sexta-feira Sem Mosquito vai contar com colaboração de toda a sociedade, com mobilização nas escolas públicas
Foto: Tony Winston/Agência Brasília
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Karina Zambrana/Ministério da Saúde
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde

Governo digital