Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 01 > Ferimentos adquiridos nas enchentes podem causar tétano, alerta Ministério da Saúde

Saúde

Ferimentos adquiridos nas enchentes podem causar tétano, alerta Ministério da Saúde

por Portal Brasil publicado: 18/01/2012 12h24 última modificação: 29/07/2014 09h10

Neste período de enchentes algumas enfermidades se tornam mais frequentes, como é o caso do tétano acidental. As inundações ajudam a disseminar a bactéria Clostridium tetani causadora da doença. A contaminação é feita a partir de lesões na pele causadas por ferimentos (mesmo que pequenos) provocados por metais (enferrujados ou não), madeira, vidro ou outros objetos contaminados. Segundo o Ministério da Saúde, o tétano é grave e pode levar à morte.

Os principais sintomas são inicialmente contrações musculares involuntárias na região do ferimento, seguido de contrações dos músculos da face (riso sardônico), do pescoço (rigidez de nuca), e progressivamente  atinge os músculos do abdômen (barriga dura). Em fase mais avançada pode ocorrer dificuldade de engolir, insuficiência respiratória, entre outros.

O ministério alerta que é preciso estar atento aos ferimentos decorrentes de materiais pontudos e cortantes em situações de enchentes. Em caso de lesão, o local deve ser higienizado, inicialmente com água e sabão e a pessoa deve procurar uma unidade ou equipe de saúde mais próxima. O médico deve ser informado de como ocorreu e o que causou o ferimento.

A vacina é a melhor forma de prevenção e é disponibilizada gratuitamente por toda a rede do Sistema Único de Saúde (SUS). Não há contraindicação e deve ser reaplicada a cada dez anos ou a cada cinco anos, no caso das gestantes. A vacinação nas crianças deve ser consultada no Calendário Básico de Vacinação.

 

Prevenção

O Ministério da Saúde enviou 580 mil doses da vacina dupla bacteriana (contra difteria e tétano) para os estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo, afetados pelas chuvas. Na segunda-feira (16) foram 400 mil doses para Minas Gerais e 30 mil doses para o Espírito Santo. Na última sexta-feira (13), o Rio de Janeiro recebeu 150 mil doses.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)
Estudantes serão envolvidos em atividades como prevenção à obesidade e combate ao Aedes aegypti
Estudantes serão envolvidos em atividades como prevenção à obesidade e combate ao Aedes aegypti
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Governo digital