Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 01 > Força Nacional realiza primeiro treinamento

Saúde

Força Nacional realiza primeiro treinamento

por Portal Brasil publicado: 20/01/2012 17h43 última modificação: 29/07/2014 09h10

Os técnicos da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (FNSUS) realizaram o primeiro treinamento de voluntários nesta sexta-feira (20), em Vitória, Espírito Santo. Foram capacitados 90 profissionais de saúde do estado para planejar ações em situação de desastres naturais. 

Organizada pela Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo, a capacitação, que dura o dia inteiro, envolve profissionais de equipes gerenciais do estado e dos municípios capixabas, incluindo médicos, enfermeiros e assistentes sociais inscritos como voluntários. O objetivo da capacitação é qualificar equipes envolvidas na gestão da saúde para direcionar recursos à assistência e monitoramento da população atingida por desastres naturais.

“O apoio da Força Nacional do SUS é constante, em todas as fases, inclusive de reconstrução”, observa o secretário executivo adjunto do Ministério da Saúde, Adriano Massuda. “Primeiro estado brasileiro a receber a capacitação, o Espírito Santo teve uma atuação eficiente dos profissionais de saúde na ajuda assistencial aos municípios afetados pelas chuvas de janeiro”, avalia a técnica e representante da força Valmira Costa, que está ajudando a treinar profissionais no Espírito Santo. Ela adianta que o treinamento também será oferecido outros estados.

Profissionais de saúde interessados ainda podem se cadastrar a força nacional. Médicos intervencionistas, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e condutores de veículos de serviços de urgência e emergência, além de profissionais de saúde de hospitais universitários, institutos nacionais e da rede assistencial hospitalar federal, estadual e municipal podem se inscrever como voluntários.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil

Últimas imagens

A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Cícero Oliveira/UFRN

Governo digital