Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 01 > Governo federal libera R$ 6,4 mi para tratamento de usuários de crack em São Paulo

Saúde

Governo federal libera R$ 6,4 mi para tratamento de usuários de crack em São Paulo

por Portal Brasil publicado: 18/01/2012 20h26 última modificação: 29/07/2014 09h10

O Ministério da Saúde vai liberar recursos para a criação de 10 novas Unidades de Acolhimento Transitório para atendimento a usuários de crack e outras drogas na cidade de São Paulo. Os novos serviços somarão até 150 leitos para atendimento e internação em casos graves. A medida foi anunciada nesta quarta-feira (18) pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em reunião com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

As unidades de acolhimento somam-se a outras ações do ministério já anunciadas em dezembro para a capital, como a implantação de 16 Consultórios na Rua, para busca ativa dos pacientes, e dois novos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) 24 horas. O município de São Paulo é prioritário no apoio do governo federal e receberá R$ 6,4 milhões até o final deste ano para ampliação das ações de ampliação da rede para atendimento aos usuários.

As ações fazem parte do plano “Crack, É Possível Vencer”, lançado dezembro do ano passado pela presidenta Dilma Rousseff. Metade desse valor, R$ 3,2 milhões, já foi empenhado pelo ministério em dezembro.

“O crack é um grave problema, não só na cidade de São Paulo, mas no estado de São Paulo, no País”, ressaltou o ministro, que também visitou o Caps Álcool e Drogas da Praça da Sé, no centro da cidade, e as obras da prefeitura no complexo da Rua Prates, no bairro Bom Retiro.

Em todo o País, o plano prevê investimentos de R$ 4 bilhões e a abertura de 13.614 novos leitos para usuários de crack e outras drogas, como o álcool, até 2014. Os leitos serão distribuídos da seguinte forma: 1,4 mil em Caps Álcool e Drogas, 3.604 em enfermarias especializadas e 8.610 em Unidades de Acolhimento Transitório.

“O importante é que a gente reforce as ações coordenadas. De um lado, prevenção, cuidado e repressão ao mercado da droga. E de outro, ações coordenadas entre as três esferas de governo: federal, estadual e municipal. Ninguém tem condições de resolver esse problema sozinho”, alertou o ministro.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo lança campanha de combate a Aids no Carnaval
Governo lança campanha de combate a Aids no Carnaval foi lançada em Salvador/BA. Neste ano serão distribuídos 100 milhões de preservativos
Embrapa faz parceria com outros países no combate à Aids
Trabalho conjunto usa soja geneticamente modificada para produzir uma proteína que dificulta o desenvolvimento do vírus
Ministério da Saúde destina novos equipamentos de radioterapia para tratamento do câncer
Pesquisa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta mais de 600 mil novos casos da doença em 2018. Para auxiliar no tratamento, governo anunciou nesta sexta-feira (2) a entrega de novos equipamentos de radioterapia para hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS)
Governo lança campanha de combate a Aids no Carnaval foi lançada em Salvador/BA. Neste ano serão distribuídos 100 milhões de preservativos
Governo lança campanha de combate a Aids no Carnaval
Trabalho conjunto usa soja geneticamente modificada para produzir uma proteína que dificulta o desenvolvimento do vírus
Embrapa faz parceria com outros países no combate à Aids
Pesquisa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta mais de 600 mil novos casos da doença em 2018. Para auxiliar no tratamento, governo anunciou nesta sexta-feira (2) a entrega de novos equipamentos de radioterapia para hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS)
Ministério da Saúde destina novos equipamentos de radioterapia para tratamento do câncer

Governo digital