Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 01 > Saúde apresenta relatório parcial de investigação sobre óbitos em surto no Acre

Saúde

Saúde apresenta relatório parcial de investigação sobre óbitos em surto no Acre

por Portal Brasil publicado: 25/01/2012 16h09 última modificação: 29/07/2014 09h10

Uma equipe de profissionais do Ministério da Saúde percorrerá em cinco dias as sete aldeias que tiveram óbitos por doença diarreica aguda, em Santa Rosa do Purus, no Acre. Além dos grupos de atendimento a população, um grupo de investigação epidemiológica do ministério está na região para identificar o agente causador do possível surto, se há vínculo entre os óbitos e quais os fatores de risco. Na última segunda-feira (23), a equipe de trabalho apresentou o primeiro relatório parcial de investigação.

Dados preliminares apontam a ocorrência de 263 casos entre 23 de outubro do ano passado e 24 de janeiro deste ano. Dos 12 óbitos registrados até terça-feira (24), três foram descartados como decorrentes do surto – dois laudos apontaram causas respiratórias para as mortes; outro foi de uma criança que vivia na região do município de Pauiní, no Amazonas, logo sem vínculo epidemiológico com os casos de Santa Rosa do Purus.

Os profissionais continuarão o atendimento e as ações de assistência à saúde dos indígenas, com ações como suporte nutricional e orientação para desinfecção da água. Além disso, serão coletadas amostras para realização de exames laboratoriais dos casos registrados.

A ação foi definida durante reunião na noite de segunda-feira (23) entre o secretário Especial de Saúde Indígena, Antônio Alves; a secretária de Saúde de Santa Rosa, Francisca Souza; o chefe do Distrito Sanitário Especial Indígena do Alto Purus (Dsei), Raimundo Costa; o presidente do Conselho Distrital de Saúde Indígena, Gerson Severino da Silva Manchineli, e lideranças indígenas.

O anúncio faz parte do plano emergencial na região, que tem como foco 233 crianças indígenas, com até quatro anos de idade, que vivem nas aldeias Novo Repouso, Nova Família, Morada Nova, Nova Fronteira, Novo Marinho, Nova Moema e Canamary. O objetivo é evitar o adoecimento e o agravamento dos casos na localidade.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)
Estudantes serão envolvidos em atividades como prevenção à obesidade e combate ao Aedes aegypti
Estudantes serão envolvidos em atividades como prevenção à obesidade e combate ao Aedes aegypti
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Governo digital