Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 02 > AGU comprova que taxa de fiscalização sanitária para farmácias é legal

Saúde

AGU comprova que taxa de fiscalização sanitária para farmácias é legal

por Portal Brasil publicado: 03/02/2012 15h36 última modificação: 29/07/2014 09h08

A Advocacia-Geral da União (AGU) comprovou, na Justiça, a legalidade da Taxa de Fiscalização Sanitária recolhida de farmácias e drogarias pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A cobrança está prevista na Lei nº 9.782/99, que trata das atribuições da autarquia de fiscalização e controle dos fabricantes, revendedores e distribuidores de medicamentos, com o objetivo final de assegurar a saúde pública.

A taxa foi contestada na Justiça por uma drogaria com sede em Santa Catarina, que tentou suspendê-la alegando que já pagava anualmente às vigilâncias sanitárias estaduais e municipais outros valores para autorização de funcionamento. A empresa também afirmava que a arrecadação da Anvisa seria ilegal por ter característica de imposto.

A Procuradoria Regional Federal da 1ª Região (PRF1) e a Procuradoria Federal junto a Anvisa (PF/Anvisa) explicaram, em juízo, que a Taxa de Fiscalização Sanitária não tem a mesma finalidade das recolhidas pelas administrações estaduais e municipais. Sustentaram que a primeira tem o caráter de promover a proteção da saúde por intermédio do controle sanitário, enquanto as outras objetivam a concessão de alvará de funcionamento.

Os procuradores federais da AGU informaram que a União, amparada pela legislação, delegou à Anvisa poderes de polícia, já que presta serviço ininterrupto e específico à sociedade no que diz respeito à vigilância sanitária. E que, por isso, a autarquia tem competência legal para realizar a arrecadação da referida taxa.

O juiz Federal Substituto da 20ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal, que analisou o processo, concordou com os argumentos apresentados pela AGU e afirmou não existir qualquer ilegalidade na cobrança, em virtude do poder de policia da autarquia.

A PRF1 a PF/Anvisa são unidades da Procuradoria-Geral Federal, órgão da AGU.

 

Fonte:
AGU

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Divulgação/Governo do Paraná
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Vacinação de rotina para febre amarela é ofertada em 19 estados, e de forma escalonada no RJ e ES
Naftali Emídio/Pref. do Cabo de Santo Agostinho
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Profissionais devem escolher município de atuação até quinta-feira (16)
Pei Fon/Prefeitura de Maceió

Governo digital