Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 02 > Amapá recebe recursos para centro de oncologia

Saúde

Amapá recebe recursos para centro de oncologia

por Portal Brasil publicado: 16/02/2012 17h28 última modificação: 29/07/2014 09h08

O Ministério da Saúde vai liberar R$ 2 milhões para a construção de um hospital de especialidades em Macapá (AP), que será um centro de referência para tratamento de câncer e realização de radioterapia na região. Brasileiros que moram ou trabalham na Guiana Francesa também serão beneficiados. O valor anunciado refere-se à primeira parcela para a construção da unidade.

O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, nesta quarta-feira (15), em Brasília, durante assinatura de um acordo entre o Ministério da Saúde e o governo francês para ampliar ações na região da fronteira do Amapá com a Guiana Francesa. Chamado de memorando de entendimento, o documento foi assinado pelo ministro Alexandre Padilha e o embaixador da França, Yves Saint-Geours.

Um dos objetivos dessa ação é estreitar ainda mais os laços entre os dois países e apoiar iniciativas na área de saúde fronteiriça, uma vez que Brasil e França já firmaram acordos técnicos acerca de outros temas, como doenças sexualmente transmissíveis, sangue e hemoderivados.

Cooperar com o governo da França vai permitir que brasileiros que são atendidos do lado da Guiana Francesa possam continuar o acompanhamento ao cruzarem a fronteira e chegar ao Amapá, além de melhorar o diagnóstico e tratamento de doenças. Com o reforço das ações naquela região, será possível, também, dar continuidade a consultas pré-natal, aumentar a troca dados sobre malária, HIV/Aids e promover a atividades de prevenção.

“Há um conjunto de doenças para as quais a população apresenta maior vulnerabilidade na área de fronteira entre Amapá e a Guiana Francesa. Entre elas estão a hanseníase, as doenças sexualmente transmissíveis e a tuberculose. O ministério identifica, ainda, a necessidade de acompanhamento de gestantes e de redução da mortalidade materna”, finalizou o ministro.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Foto: Rodrigo Nunes/MS
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)

Governo digital