Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 02 > Representantes da Anvisa participam de fórum internacional em Cingapura sobre produtos de saúde

Saúde

Representantes da Anvisa participam de fórum internacional em Cingapura sobre produtos de saúde

por Portal Brasil publicado: 27/02/2012 16h03 última modificação: 29/07/2014 09h08

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) participará da reunião inaugural do Fórum Internacional de Reguladores de Produtos para a Saúde, que acontece nesta terça-feira (28), em Cingapura. O fórum conta com as autoridades reguladoras de produtos para a saúde da Austrália, do Brasil, do Canadá, da China, dos Estados Unidos, do Japão e da União Europeia, além da participação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os seis países e a União Europeia vem estreitando relações e preparando o lançamento do fórum há dois anos. A nova organização recebeu o nome da sua abreviatura em língua inglesa, IMDRF, ou International Medical Devices Regulators’ Forum.

A expectativa dos países fundadores é que no IMDRF sejam acelerados os trabalhos para a harmonização regulatória internacional sobre os produtos para a saúde, que são todo tipo de equipamento ou produto utilizado em procedimentos médicos. Esse ambiente também deverá se tornar um foro privilegiado para o intercâmbio de experiências.

O encontro de Cingapura irá informar sobre as atividades do fórum e abrirá espaço para diálogo e manifestações sobre temas de interesse do campo da regulação de produtos para a saúde. Nesta primeira reunião do Comitê Gerenciador do IMDRF serão definidos quais são os temas estratégicos a serem trabalhados pelos grupos técnicos, que passarão a funcionar a partir do próximo mês de março.

 

Fonte:
Anvisa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Parcerias podem oferecer remédios mais baratos a toda população
A parceria entre instituições públicas e privadas para a produção de medicamentos garante que o SUS tenha uma atuação mais ampla na prevenção e no combate a doenças, como febre amarela, HIV e leucemia
Informatização de todas as unidades básicas é uma das principais metas do Ministério da Saúde
Atualmente, dos quase 43 mil postos espalhados pelo País, cerca de 16 mil já estão conectados à plataforma DigiSUS
Campanha vai imunizar 47 milhões de crianças e adolescentes
Público-alvo da nova campanha de vacinação, que segue até 22 de setembro, compreende 47 milhões de crianças e adolescentes de até 15 anos
A parceria entre instituições públicas e privadas para a produção de medicamentos garante que o SUS tenha uma atuação mais ampla na prevenção e no combate a doenças, como febre amarela, HIV e leucemia
Parcerias podem oferecer remédios mais baratos a toda população
Atualmente, dos quase 43 mil postos espalhados pelo País, cerca de 16 mil já estão conectados à plataforma DigiSUS
Informatização de todas as unidades básicas é uma das principais metas do Ministério da Saúde
Público-alvo da nova campanha de vacinação, que segue até 22 de setembro, compreende 47 milhões de crianças e adolescentes de até 15 anos
Campanha vai imunizar 47 milhões de crianças e adolescentes

Últimas imagens

Nos locais onde há Centros de Apoio Psicossocial (CAPS), iniciativa do SUS, risco de suicídio reduz em até 14%
Nos locais onde há Centros de Apoio Psicossocial (CAPS), iniciativa do SUS, risco de suicídio reduz em até 14%
Arquivo/Agência Brasil
Recursos permitem custeio de procedimentos de atenção básica e de Média e Alta Complexidade
Recursos permitem custeio de procedimentos de atenção básica e de Média e Alta Complexidade
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
Levetiracetam também será incorporado para tratar de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil
Levetiracetam também será incorporado para tratar de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil
Arquivo/Ministério da Saúde

Governo digital