Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 02 > Atualizada norma para promoção da saúde em portos e embarcações

Saúde

Atualizada norma para promoção da saúde em portos e embarcações

por Portal Brasil publicado: 13/02/2012 19h03 última modificação: 29/07/2014 09h08

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou, nesta segunda-feira (13), uma atualização da norma que trata da promoção da saúde em portos e embarcações, sujeitos à controle sanitário. Com a publicação da Resolução RDC 10/2012, a agência harmoniza o regulamento brasileiro com normas internacionais.

Dentre as principais novidades está a obrigatoriedade de todas a embarcações possuírem a bordo um Programa de Manejo Integrado de Pragas atualizado, onde estejam previstas medidas de prevenção, monitoramento e controle de pragas. Além disso, o  regulamento atualiza os valores de cloro residual livre na água potável. A partir de agora, os valores de cloro livre em água potável devem estar entre 1,0 ppm (parte por milhão) e 7,0 ppm.

Em spas, hidromassagens e similares , quando a desinfecção for realizada por meio de cloro, o teor residual livre deve ser mantido entre 3 ppm e 10 ppm. Caso a desinfecção seja realizada  por meio de bromo, o teor mínimo residual deve ser mantido entre 4 ppm e 10ppm.

A regulamentação prevê, ainda, a exclusão da obrigatoriedade de entrega física dos Termos de Inspeção Sanitária de Embarcações. O objetivo é estimular o uso dos sistemas Sagarana e Porto Sem Papel.

Lançado em maio de 2010, o Sagarana é um sistema que tem a capacidade de dar uma resposta imediata sobre a situação sanitária das aeronaves e embarcações que transitam no Brasil. Além disso, esta ferramenta de gestão permite que a agência tenha informações, em tempo real, sobre as inspeções sanitárias realizadas em portos, aeroportos e fronteiras.

Em um ano de funcionamento, mais de 10 mil inspeções já foram realizadas por meio do sistema. Atualmente, o Sagarana opera em 57 postos da Anvisa em todo o País.

Desenvolvido pela Secretaria de Portos (SEP) da Presidência da República, o sistema Porto Sem Papel concentra, de forma eletrônica na internet, informações para a liberação de atracação e operação dos navios em uma janela única. Com o projeto, as informações sobre embarcações chegam ao porto antes mesmo que elas atraquem.

 

Fonte:
Anvisa

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões

Últimas imagens

A Sexta-feira Sem Mosquito vai contar com colaboração de toda a sociedade, com mobilização nas escolas públicas
A Sexta-feira Sem Mosquito vai contar com colaboração de toda a sociedade, com mobilização nas escolas públicas
Foto: Tony Winston/Agência Brasília
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Karina Zambrana/Ministério da Saúde
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde

Governo digital