Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 02 > Fundação do Câncer antecipa campanha mundial de combate à doença

Saúde

Fundação do Câncer antecipa campanha mundial de combate à doença

por Portal Brasil publicado: 02/02/2012 20h00 última modificação: 29/07/2014 09h08

Membro da União Internacional de Combate ao Câncer (UICC), a Fundação do Câncer antecipou pelas redes sociais (Facebook e Twitter) e, também, na página oficial que mantém na internet, as ações relativas ao Dia Mundial Contra o Câncer, celebrado no próximo sábado (4). A campanha mundial de prevenção e combate ao câncer deste ano tem o tema Juntos é Possível.

A antecipação da campanha pelas redes sociais tem como objetivo ampliar a mobilização em torno do assunto. “Você consegue ter uma abrangência maior. Não dá para ficar fora [das redes sociais]. Ainda mais quando estamos falando de prevenção e detecção precoce dessa doença”, disse a assessora da fundação, Claudia Gomes.

De acordo com a UICC, mais de 12,7 milhões de pessoas em todo o mundo recebem, a cada ano, diagnóstico de câncer e 7,6 milhões morrem vítimas da doença. Caso não sejam tomadas medidas eficazes de combate ao câncer, a projeção é que o número de novos casos no mundo alcançará 26 milhões até 2030, com 17 milhões de mortes. A UICC avalia que essa estimativa está relacionada à incidência da doença em países de baixa e média renda.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), vinculado ao Ministério da Saúde, a previsão para 2012 é de surgimento de mais de 500 mil casos no Brasil. O câncer é a segunda causa de morte no País, atrás apenas das doenças do coração.

Claudia Gomes disse que a campanha pretende mostrar que “é possível que essa doença seja prevenida, detectada e tratada precocemente”.

Mas ela chamou a atenção para o aumento do número de mulheres fumantes no Brasil, identificado pelo Inca desde o ano passado. “Quando a gente fala da mobilização das pessoas para uma qualidade de vida melhor, isso significa evitar fumar e evitar excesso de bebida alcoólica, além de manter uma atividade física regular e uma alimentação saudável. Esses são fatores de proteção”.

A campanha de combate ao câncer prevê a realização de dois eventos este ano, para mobilizar a sociedade: um show com vários artistas em abril e uma corrida de rua, em novembro.

 

Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil

Últimas imagens

A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Cícero Oliveira/UFRN

Governo digital