Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 02 > Ministro anuncia mais recursos para Santa Casa de SP

Saúde

Ministro anuncia mais recursos para Santa Casa de SP

por Portal Brasil publicado: 22/02/2012 20h32 última modificação: 29/07/2014 09h08

A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo terá mais recursos para investir na qualificação do atendimento da emergência. O Ministério da Saúde anunciou a liberação de mais R$ 2 milhões para a reforma das instalações, além de R$ 1 milhão liberado anteriormente para a compra de equipamento.

As medidas foram divulgadas pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, durante visita na sexta-feira (17), para conhecer o diagnóstico e o plano de ações concretizadas pelo Núcleo de Acesso e Qualidade Hospitalar (NAQH). Além disso, o pronto-socorro ganhou 203 leitos de retaguarda exclusivamente para o atendimento de seus pacientes, o que reduz em um terço o excesso de pessoas que poderiam permanecer em acomodações inadequadas.

Segundo Padilha, as melhorias no serviço de emergência da Santa Casa de São Paulo já começam a ser percebida. “A essas melhorias se somarão mais 100 leitos de internação por meio de um convênio com outro hospital que será reativado apenas para funcionar como retaguarda do PS”, disse.

O ministro lembrou ainda que o município de São Paulo e o Ministério da Saúde se comprometeram a unir esforços para acelerar esse projeto, assim como para viabilizar a Casa de Cuidados que a Santa Casa quer criar para tratar, por exemplo, de moradores de rua que dão entrada pelo pronto-socorro.

O projeto conhecido Melhor em Casa para Quem não tem Casa” foi detalhado e orçado pelo Núcleo de Acesso e Qualidade Hospitalar (NAQH), composto por membros do hospital e técnicos do ministério e das secretarias estadual e municipal de saúde, com objetivo de qualificar a gestão das principais emergências do País, oferecendo atendimento ágil, humanizado e com acolhimento.

O ministro Padilha lembrou ainda que, além dos R$ 3 milhões para compra de equipamentos e reforma, dos R$ 3,6 milhões por ano para custeio e do aumento das diárias pagas para os leitos destinados exclusivamente a pacientes vindos do PS, o S.O.S Emergências pode destinar mais recursos para investimentos, mas isso dependerá da apresentação e aprovação de projetos.

Avanços

A partir do diagnóstico e da definição do plano de ação, também está sendo viabilizada a criação de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) próxima à Santa Casa para receber e solucionar os casos de menor gravidade. A Santa Casa também pretende fazer uma reforma do pronto-socorro (PS). Com essa obra, a unidade passará a contar com uma enfermaria de retaguarda com 28 leitos; sala de isolamento; consultórios; sala de enfermagem, entre outras instalações.

 

Fonte:
Ministério de Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Foto: Rodrigo Nunes/MS
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)

Governo digital