Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 03 > Brasil, EUA e Canadá buscam aproximar ações na área de vigilância sanitária

Saúde

Brasil, EUA e Canadá buscam aproximar ações na área de vigilância sanitária

por Portal Brasil publicado: 23/03/2012 20h31 última modificação: 29/07/2014 09h07

Representantes da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), e suas equivalentes nos Estados Unidos, FDA, e no Canadá, Health Canada, estiveram no Rio Grande do Sul na última quinta-feira (22), em visita técnica à linha de produção de uma empresa nacional de produtos médicos. O objetivo do encontro foi entender o ambiente regulatório brasileiro para aproximar práticas e ampliar o fluxo de informações entre as autoridades sanitárias.

A perspectiva dos representantes das agências brasileira, norte-americana e canadense é estreitar laços, de forma a possibilitar o enfrentamento conjunto de desafios comuns e a busca de estratégias colaborativas. “Buscamos uma nova forma de fazer vigilância sanitária e isso requer mudanças significativas”, ressaltou Mike Ward, da agência Health Canada.

“Promover saúde pública no atual cenário internacional exige uma abordagem mais inteligente dos entes reguladores, de maneira a favorecer as trocas comerciais sem comprometer a segurança da população”, complementou Ward.

A necessidade de se estabelecer uma agenda de trabalhos entre as agências para assegurar a continuidade do esforço de aproximação foi destacada pelos especialistas dos três países. “Precisamos definir um plano de ação e avançar na reflexão sobre as diferenças de cada sistema regulatório”, pontuou Kimberly Trautman, do FDA. Ela destacou que o entendimento da estrutura regulatória de cada país é importante para que a convergência de ações ocorra de forma sólida.

O diretor-adjunto da Anvisa, Luiz Roberto Klassman, reafirmou o compromisso do Brasil com a cooperação. “A Anvisa está disposta a contribuir e compartilhar informações e experiências. Essa troca é fundamental para aprimorar práticas”, disse.

As delegações americana e canadense estão no Brasil desde segunda-feira (19). Durante uma semana, eles conheceram vários aspectos do ambiente regulatório no Brasil e do funcionamento do Sistema Único de Saúde.

 

Fonte:
Anvisa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Crianças dão um show de conhecimento sobre a luta contra o Aedes aegypti
Aedes aegypti é transmissor de doenças graves, como a dengue, a zika e a chikungunya
Hospital da Bahia oferece tratamento completo contra o câncer
Hospital das Obras da Irmã Dulce, em Salvador, implantou radioterapia
SUS oferece tratamento para parar de fumar
Parar de fumar é uma decisão fundamental para a saúde, mas abandonar a dependência pode ser bem difícil
Aedes aegypti é transmissor de doenças graves, como a dengue, a zika e a chikungunya
Crianças dão um show de conhecimento sobre a luta contra o Aedes aegypti
Hospital das Obras da Irmã Dulce, em Salvador, implantou radioterapia
Hospital da Bahia oferece tratamento completo contra o câncer
Parar de fumar é uma decisão fundamental para a saúde, mas abandonar a dependência pode ser bem difícil
SUS oferece tratamento para parar de fumar

Últimas imagens

Todos os dias, há 12 novas consultas de crianças e adolescentes com suspeita de doenças cardíacas no INC
Todos os dias, há 12 novas consultas de crianças e adolescentes com suspeita de doenças cardíacas no INC
Divulgação/INC
Em cada estado, foram selecionadas três maternidades para receber a estratégia neste primeiro momento
Em cada estado, foram selecionadas três maternidades para receber a estratégia neste primeiro momento
Divulgação/Governo de Goiás
Organização alertou ainda que o comércio ilegal de tabaco está agravando o tabagismo
Organização alertou ainda que o comércio ilegal de tabaco está agravando o tabagismo
Arquivo/USP Imagens
Os preservativos são distribuídas pelo SUS gratuitamente em todo o País
Os preservativos são distribuídas pelo SUS gratuitamente em todo o País
Divulgação/Ministério da Saúde
O Soliqua é indicado para o tratamento de diabetes mellitus tipo 2 para melhorar o controle glicêmico
O Soliqua é indicado para o tratamento de diabetes mellitus tipo 2 para melhorar o controle glicêmico
Antonio Cruz/Agência Brasil

Governo digital