Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 03 > Governo trabalha para melhorar atendimento no SUS a usuários de crack, afirma Dilma

Saúde

Governo trabalha para melhorar atendimento no SUS a usuários de crack, afirma Dilma

por Portal Brasil publicado: 27/03/2012 15h48 última modificação: 29/07/2014 09h07

A presidenta Dilma Rousseff afirmou nesta terça-feira (27), na coluna Conversa com a Presidenta, que o governo está trabalhando para melhorar e agilizar o tratamento de usuários de crack no Sistema Único de Saúde (SUS). Ela respondeu a pergunta de Tiago da S. Martins, estudante em Ceilândia (DF), sobre os problemas no atendimento a dependentes de crack na rede pública hospitalar. Segundo a presidenta, em 2001, o governo federal aumentou em R$ 2,3 bilhões o volume de recursos repassado anualmente aos estados e municípios para assistência hospitalar.

Conheça as ações do programa Crack, é Possível Vencer

“Estamos trabalhando em várias frentes para que o atendimento no SUS seja ágil e de qualidade para todos, independentemente dos motivos que os levam a procurar assistência. As ações voltadas para os dependentes químicos são parte deste processo de melhoria de toda a rede do SUS. Hoje eles já procuram as emergências hospitalares durante as crises. Além das enfermarias especializadas, estamos criando vagas também nos Centros de Atenção Psicossocial e nas Unidades de Acolhimento. Ao todo, até 2014, serão criados 13.518 leitos para atendimentos e internações durante crises de abstinência e em casos de intoxicações graves para os dependentes químicos”.

Dilma também respondeu à dona de casa Elcir Pinheiro Euzébio, moradora de Cabo Frio (RJ), que questionou a participação dos alunos de escolas particulares no Programa Universidade para Todos. A presidenta esclareceu que o Prouni foi criado para permitir que estudantes de baixa renda pudessem ingressar no ensino superior quando não tivessem oportunidade de cursar uma instituição pública. No entanto, segundo Dilma, alunos das escolas particulares também podem ser beneficiados pelo Prouni.

“No caso dos estudantes egressos de escolas particulares, há sim a possibilidade de participação no ProUni, desde que tenham cursado o ensino médio na condição de bolsista integral da instituição. Caso tenham cursado apenas parte do ensino médio em escola particular, é preciso que nesse período tenham sido beneficiados com bolsa da instituição. Se não for esse o seu caso, você ainda pode recorrer ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que financia estudos em curso superior privado”.

A presidenta também explicou ao professor Leonardo Levi, de São Paulo, que uma das ações do Programa Nacional de Educação no Campo (Pronacampo) prevê a distribuição de livros para as bibliotecas das escolas rurais como estímulo à leitura.

“ Lançamos na semana passada o Pronacampo, que tem uma ação específica neste sentido,  vamos distribuir livros para as bibliotecas de escolas rurais, buscando formar um acervo adequado à realidade do campo e das comunidades quilombolas. Com esta ação, até 2014 nós vamos atender 1,9 milhão de estudantes dos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio”.

Leia aqui a coluna semanal, Conversa com a Presidenta.

Fonte:
Blog do Planalto

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Entre as medidas estão a redução do consumo de sucos artificiais e refrigerantes em, pelo menos, 30% e incentivar o consumo frutas e hortaliças regularmente
Governo assume metas para conter crescimento da obesidade no País
Parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação visa incentivar vacinação nas escolas. Material informativo sobre HPV e Meningite C será distribuído nas unidades escolares
Cooperação incentivará vacinação nas escolas
Acordo entre Ministério da Saúde e o centro permitirá que a organização faça atendimentos gratuitos por meio de um número único para todo o País
Ligações para Centro de Valorização da Vida serão gratuitas em todo o País

Últimas imagens

Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Substâncias anabolizantes, abortivas ou que causam má-formação fetal também são enquadradas na lista
Divulgação/EBC
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Brasil atingiu Metas dos Objetivos do Milênio de combate à tuberculose com três anos de antecedência
Divulgação/Ministério da Saúde
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Substância misoprostol faz parte da lista de substâncias sujeitas a controle especial da Anvisa
Divulgação/Ministério da Saúde
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Devido ao surto de febre amarela em alguns estados brasileiros, registro de vacinação contra a febre amarela passou a ser exigido dos viajantes
Arquivo/Anvisa
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Os alimentos da marca são comercializados pela internet por fabricante desconhecido
Divulgação/Governo do Paraná

Governo digital