Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 03 > Roraima inicia vacinação contra febre aftosa no domingo (1º)

Saúde

Roraima inicia vacinação contra febre aftosa no domingo (1º)

por Portal Brasil publicado: 30/03/2012 17h30 última modificação: 29/07/2014 09h07

Roraima será o segundo estado a entrar na campanha de vacinação contra a febre aftosa em 2012 – o Amazonas iniciou a aplicação de vacinas no dia 15 de março. A partir deste domingo (1º), os pecuaristas deverão vacinar todo o seu rebanho de bovinos e bubalinos, composto por aproximadamente 705 mil cabeças.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o objetivo desta primeira etapa da campanha – que se estende até 30 de abril – é superar o índice de cobertura vacinal alcançado pelo estado na última etapa de 2011: 86,2%. Para tanto, o Mapa alerta para a necessidade da participação maciça dos pecuaristas e a intensificação das ações do serviço veterinário oficial daquele estado. 

“Precisamos de um incremento nesses índices. Os produtores devem se empenhar e o serviço veterinário oficial do estado adotar novas estratégias para melhorar a cobertura vacinal que contribuirá para um futuro avanço do status da região”, destaca o coordenador do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (Pnefa), Plínio Leite Lopes.

O ministério orienta os produtores rurais sobre os cuidados necessários para uma adequada imunização do gado: vacinar dentro do período estabelecido; adquirir vacinas em revendas autorizadas; conservar em temperatura correta (de 2 a 8°C) até o momento da aplicação; aplicar a dose certa (5 ml) na região da tábua do pescoço com agulhas e seringas em bom estado e limpas; e manejar os animais com o mínimo de estresse e nos horários mais frescos do dia.

Após o término da vacinação, os pecuaristas têm até o dia 15 de maio para entregar a declaração da vacina em um dos 27 Escritórios de Atendimento a Comunidade (EACs), devendo levar consigo a nota fiscal e a relação de seu gado. A segunda etapa da campanha será realizada de 1º a 30 de outubro e, novamente, serão vacinados todos os bovinos e búfalos de Roraima. Pelo calendário nacional, o próximo estado a começar a imunização da primeira fase será Rondônia, no dia 15 de abril.

 

Fonte:
Ministério da Agricultura

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Base integra informações dos sistemas de medicamentos dos estados e municípios
Consumo de medicamentos de cada estado e município, proximidade da data de vencimento e outras perguntas serão respondidas com a criação de uma base que integra as informações dos sistemas de estados e municípios ao sistema nacional
Medicamentos biológicos são produtos inovadores para o tratamento de doenças crônicas, como câncer, diabetes, artrite reumatoide e esclerose múltipla
Fábrica de medicamentos biológicos é inaugurada no DF
Recursos serão distribuídos entre 48 hospitais das cinco regiões
Governo libera R$ 220 milhões para hospitais universitários de todo o País
Consumo de medicamentos de cada estado e município, proximidade da data de vencimento e outras perguntas serão respondidas com a criação de uma base que integra as informações dos sistemas de estados e municípios ao sistema nacional
Base integra informações dos sistemas de medicamentos dos estados e municípios

Últimas imagens

Soro
Divulgação/Prefeitura de Campo Verde (MT)
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
País vai tratar 657 mil pessoas a partir de 2018. Pacientes com quadros mais grave da doença terão prioridade
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde

Governo digital