Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 04 > Alimentação adequada pode reduzir mortes de crianças, segundo Ministério da Saúde

Saúde

Alimentação adequada pode reduzir mortes de crianças, segundo Ministério da Saúde

por Portal Brasil publicado: 30/04/2012 16h14 última modificação: 29/07/2014 09h06

Com o objetivo de fortalecer as ações de combate à redução da mortalidade infantil, o Ministério da Saúde reestruturou a política de alimentação das crianças com até dois anos de idade. A partir de agora, a Rede Amamenta Brasil e a Estratégia Nacional de Promoção da Alimentação Complementar Saudável (Enpacs) serão integradas. A proposta de integração surgiu de demandas dos próprios profissionais dos estados e municípios em trabalhar, ao mesmo tempo, a amamentação e a inclusão de alimentos sólidos na dieta das crianças, pois as duas estratégias são complementares.

A iniciativa reforça o compromisso do Ministério da Saúde com os objetivos do milênio em reduzir a mortalidade, além de valorizar a formação dos recursos humanos na Atenção Básica. “Com a integração das duas estratégias, as Unidades Básicas de Saúde estarão mais preparadas para receber, orientar e apoiar as famílias na promoção do aleitamento materno e da alimentação complementar”, afirma o secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Helvécio Magalhães, que participa do evento.

A estratégia foi lançada no último sábado (28) durante o Congresso Mundial de Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva, World Nutrition Rio 2012, que acontece na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). O evento termina nesta segunda-feira (30).

A Rede Amamenta e Alimenta Brasil (inserida na Rede Cegonha) reforça e incentiva a promoção da alimentação saudável para crianças menores de dois anos no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

A medida tem o objetivo de qualificar os profissionais da Atenção Básica por meio de oficinas de formação de tutores responsáveis por apoiar no planejamento, acompanhamento e fortalecimento de ações de promoção, proteção e apoio do aleitamento materno e da alimentação complementar nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Até 2013, serão realizadas cerca de 50 oficinas de formação de novos tutores e o objetivo é expandir o projeto para todas as UBS do País.

A junção é o resultado do apoio conjunto entre as duas áreas do ministério com o apoio do Departamento de Apoio à Gestão Participativa (Dagep/SGETS/MS), além da participação de especialistas que acompanharam o processo de implementação da Rede Amamenta Brasil e da Enpacs.

Mais de 40 países vão discutir o tema “Conhecimento, política e ação” durante o Congresso Mundial de Alimentação e Nutrição em Saúde Coletiva, World Nutrition Rio 2012. No encontro serão analisados os principais desafios das ações de alimentação e nutrição na Atenção Básica à Saúde e ajudar a construir políticas públicas de qualidade. Mais de 1,8 mil pessoas participam do evento entre gestores, pesquisadores, representantes de entidades da sociedade civil, profissionais e estudantes de diversos campos da alimentação e nutrição.

O congresso tem o apoio do Ministério da Saúde por meio da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Campanha vai imunizar 47 milhões de crianças e adolescentes
Público-alvo da nova campanha de vacinação, que segue até 22 de setembro, compreende 47 milhões de crianças e adolescentes de até 15 anos
Ministério da Saúde vai destinar R$ 520 milhões para a compra de ambulâncias
O Ministério da Saúde liberou R$ 520 milhões para a compra de 6,5 mil ambulâncias que vão ser distribuídas para municípios de todo o País. Iniciativa vai reduzir a burocracia e facilitar o acesso dos municípios aos veículos
Instituto Nacional de Cardiologia realiza transplantes cardíacos em adultos e crianças
É o único hospital público a realizar transplantes cardíacos em adultos e crianças no estado do Rio de Janeiro
Público-alvo da nova campanha de vacinação, que segue até 22 de setembro, compreende 47 milhões de crianças e adolescentes de até 15 anos
Campanha vai imunizar 47 milhões de crianças e adolescentes
O Ministério da Saúde liberou R$ 520 milhões para  a compra de 6,5 mil ambulâncias que vão ser distribuídas para   municípios de todo o País. Iniciativa vai reduzir a burocracia e facilitar o acesso dos municípios aos veículos
Ministério da Saúde vai destinar R$ 520 milhões para a compra de ambulâncias
É o único hospital público a realizar transplantes cardíacos em adultos e crianças no estado do Rio de Janeiro
Instituto Nacional de Cardiologia realiza transplantes cardíacos em adultos e crianças

Últimas imagens

Recursos permitem custeio de procedimentos de atenção básica e de Média e Alta Complexidade
Recursos permitem custeio de procedimentos de atenção básica e de Média e Alta Complexidade
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
Levetiracetam também será incorporado para tratar de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil
Levetiracetam também será incorporado para tratar de pacientes com epilepsia mioclônica juvenil
Arquivo/Ministério da Saúde

Governo digital