Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 04 > Vacinação contra aftosa em Rondônia e Bahia começa a partir de domingo (15)

Saúde

Vacinação contra aftosa em Rondônia e Bahia começa a partir de domingo (15)

por Portal Brasil publicado: 13/04/2012 18h59 última modificação: 29/07/2014 09h06

Começa, a partir deste domingo (15), a vacinação contra a febre aftosa de bovinos e búfalos da Bahia e do rebanho de até dois anos de idade de Rondônia. A vacinação em Rondônia segue o calendário previsto pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), mas os pecuaristas baianos estão iniciando a aplicação da vacina mais cedo, em razão da seca que atinge a região.

“Atendemos a uma solicitação do estado. Com a forte estiagem, os criadores precisam movimentar os animais para procurar pasto e a antecipação facilitará o manejo”, explica o fiscal federal agropecuário Ronaldo Teixeira.

Na Bahia, apesar da falta de chuvas, o objetivo é ultrapassar os 98% de cobertura vacinal registrada na mesma etapa de 2011. Em todo o estado, 11,3 milhões de bovinos e bubalinos devem ser imunizados em 265.441 propriedades até o dia 30 de maio. Dos 417 municípios baianos, 198 estão em Estado de Emergência. Desse total, 160 mil fazendas e cinco milhões de animais estão sendo diretamente afetados pela seca prolongada.

Em Rondônia, a meta é atingir índices próximos a 100% de cobertura vacinal alcançada na primeira fase do ano passado, quando 4,8 milhões de animais foram protegidos. Nessa etapa, que vai até o dia 15 de maio, a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) reforçará ainda mais as ações de fiscalização da vacinação e do comércio de vacinas, visando garantir a adequada imunização do rebanho. A partir de junho, fiscais estaduais – em conjunto com técnicos bolivianos – realizarão a vacinação assistida em propriedades na Bolívia, na região da fronteira internacional, em uma parceria importante para garantir a sanidade animal dos dois países e que vem sendo ampliada a cada ano.

Outro estado que sofreu mudanças no cronograma inicial foi Mato Grosso do Sul. Desde o dia 1º de abril, o rebanho da região de fronteira internacional com o Paraguai e a Bolívia está sendo vacinado. A campanha, que segue até 30 de abril, foi adiantada para aumentar a fiscalização na área, visto os recentes focos de febre aftosa registrados do lado paraguaio. O restante do território sul-mato-grossense receberá a vacina a partir de 1º de maio.

Após o término da vacinação, os pecuaristas rondonienses têm até o dia 20 de maio para entregar a declaração em uma das Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal (ULSAVs), devendo levar consigo a nota fiscal e a relação de seu gado. O prazo para os produtores da Bahia levarem o documento em uma das unidades locais ou nos Escritórios de Atendimento à Comunidade (EACs) se encerra em 15 de junho.

A segunda etapa da campanha – que prevê a imunização de todos os bovinos e búfalos de Rondônia – ocorrerá de 15 de outubro a 15 de novembro. Na Bahia, a mesma fase será realizada no mês de novembro, mas somente os animais com idade abaixo de 24 meses serão vacinados.

Saiba mais sobre o que tem sido feito para combater a febre aftosa em outros estados

 

Fonte:
Ministério da Agricultura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Com decisão do Ministério da Saúde, médicos cubanos do Mais Médicos serão contratados em convênio direto com Organização
Prefeituras podem contratar médicos direto com a Opas
Organização concedeu ao País certificação internacional pela erradicação das doenças
OPAS reconhece extinção de rubéola e sarampo do Brasil
Ministério da Saúde repassará valor para municípios que aderirem à nova etapa do programa Saúde na Escola
Ações de saúde em escolas municipais recebem R$ 89 milhões

Últimas imagens

Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Empresa deve comprovar a qualidade, a segurança e a eficácia do produto a ser registrado
Marcos Santos/USP Imagens
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Licenciamento de salões de beleza, por exemplo, dispensam requerimentos prévios
Ronaldo Lima/Prefeitura de Diadema (SP)
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Publicidade instiga população a buscar diagnóstico nas unidades de saúde e completar tratamento
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Fabricantes de vacina não precisarão mais aguardar e já saberão recomendações da OMS para cada ano
Arquivo/EBC
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Empresa deve retirar todos os seus produtos do mercado
Arquivo/EBC

Governo digital