Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 04 > Doações de países ricos ajudam a salvar milhões de vidas de crianças, diz relatório

Saúde

Doações de países ricos ajudam a salvar milhões de vidas de crianças, diz relatório

por Portal Brasil publicado: 17/04/2012 16h33 última modificação: 29/07/2014 09h06

A mortalidade infantil mundial caiu drasticamente nos últimos 20 anos, segundo um relatório encomendado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e pela organização não governamental (ONG) Save the Children. A cada ano, aumenta em  4 milhões o número de crianças que chegam aos 5 anos de idade. De acordo com o estudo, as doações de países desenvolvidos para as nações mais pobres contribuíram para melhorar a qualidade de vida.

O Brasil é citado como exemplo de sucesso no combate à desnutrição infantil. Pelo documento, há registros de queda na mortalidade infantil desde 1990. Além disso, mais crianças frequentam a escola e se alimentam melhor.

O relatório diz ainda que houve avanços na saúde, principalmente, nas áreas de imunização e de combate ao vírus HIV. Alguns desses projetos estão ameaçados em decorrência dos impactos da crise econômica internacional e da falta de recursos para os países em desenvolvimento.

Para aumentar os efeitos das campanhas de redução da mortalidade infantil, a ONG alerta para a necessidade de investimento adicional.

 

Fonte:
Agencia Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
A pasta atualizou os dados sobre os casos de febre amarela registrados no País e garantiu que não vai faltar vacina para imunização
Ministério da Saúde garante que não faltará vacina de febre amarela
Fátima Pelaes detalha ações do governo para o tratamento das mulheres em hospitais públicos e planejamento familiar
Secretária fala sobre aborto e tratamento das mulheres nos hospitais públicos
População de municípios de São Paulo, Rio e Bahia vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde
Entenda o que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela

Últimas imagens

Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Redução é acompanhada do aumento das inciativas do Ministério da Saúde para intensificar os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Kits contêm 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos
Arquivo/EBC

Governo digital