Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 04 > Encontro internacional discute acesso a testes de diagnóstico in vitro

Saúde

Encontro internacional discute acesso a testes de diagnóstico in vitro

por Portal Brasil publicado: 17/04/2012 17h15 última modificação: 29/07/2014 09h06

Estão em Brasília, representantes de países como a Argentina, o Peru, Honduras, o Uruguai e o Paraguai reunidos para tratar do acesso, por meio de programas de saúde pública na América Latina, a testes de diagnóstico in vitro com qualidade assegurada.

Para o Ministério da Saúde, a discussão é oportuna para a saúde pública brasileira. O diretor de Vigilância Epidemiológica, Claudio Maierovitch, lembrou que a área de diagnóstico laboratorial é habitualmente tratada “com menos glamour”, mas avaliou que os profissionais de saúde no País já começam a ver esse tipo de frente de ações de outra maneira.

Durante a abertura do encontro, o coordenador do Programa das Nações Unidas sobre HIV/Aids no Brasil, Pedro Chequer, ressaltou que a iniciativa é relevante sobretudo para o diagnóstico do HIV. Segundo ele, a região precisa avançar no controle da qualidade de produtos para diagnóstico in vitro, além de ampliar as parcerias entre países e estabelecer uma agenda de cooperação.

“Ainda temos centenas de milhares de pessoas necessitando de diagnóstico, tratamento e acompanhamento na América Latina”, disse, ao destacar a expectativa de que, em médio prazo, países envolvidos na discussão consigam universalizar o acesso ao diagnóstico do HIV, da sífilis e das hepatites virais.

Dados da Fiocruz indicam que 570 milhões de testes de diagnóstico foram feitos no ano passado no Brasil. O número é considerado insuficiente diante da demanda. O encontro continua até quarta-feira(18) na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

 

Fonte:
Agência Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Campanha do Outubro Rosa conscientiza sobre o câncer de mama. Pacientes do Rio de Janeiro contam como encontraram apoio no SUS
Quase 58 mil casos de câncer de mama foram diagnosticados no Brasil

Últimas imagens

A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Vírus do sarampo e rubéola são endêmicos em países europeus e, com a globalização, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas
Cícero Oliveira/UFRN

Governo digital