Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 04 > Encontro internacional discute acesso a testes de diagnóstico in vitro

Saúde

Encontro internacional discute acesso a testes de diagnóstico in vitro

por Portal Brasil publicado: 17/04/2012 17h15 última modificação: 29/07/2014 09h06

Estão em Brasília, representantes de países como a Argentina, o Peru, Honduras, o Uruguai e o Paraguai reunidos para tratar do acesso, por meio de programas de saúde pública na América Latina, a testes de diagnóstico in vitro com qualidade assegurada.

Para o Ministério da Saúde, a discussão é oportuna para a saúde pública brasileira. O diretor de Vigilância Epidemiológica, Claudio Maierovitch, lembrou que a área de diagnóstico laboratorial é habitualmente tratada “com menos glamour”, mas avaliou que os profissionais de saúde no País já começam a ver esse tipo de frente de ações de outra maneira.

Durante a abertura do encontro, o coordenador do Programa das Nações Unidas sobre HIV/Aids no Brasil, Pedro Chequer, ressaltou que a iniciativa é relevante sobretudo para o diagnóstico do HIV. Segundo ele, a região precisa avançar no controle da qualidade de produtos para diagnóstico in vitro, além de ampliar as parcerias entre países e estabelecer uma agenda de cooperação.

“Ainda temos centenas de milhares de pessoas necessitando de diagnóstico, tratamento e acompanhamento na América Latina”, disse, ao destacar a expectativa de que, em médio prazo, países envolvidos na discussão consigam universalizar o acesso ao diagnóstico do HIV, da sífilis e das hepatites virais.

Dados da Fiocruz indicam que 570 milhões de testes de diagnóstico foram feitos no ano passado no Brasil. O número é considerado insuficiente diante da demanda. O encontro continua até quarta-feira(18) na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

 

Fonte:
Agência Brasil

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Foto: Rodrigo Nunes/MS
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)

Governo digital