Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 04 > PF e Anvisa fazem operação em oito estados contra comércio ilegal de botox

Saúde

PF e Anvisa fazem operação em oito estados contra comércio ilegal de botox

por Portal Brasil publicado: 03/04/2012 20h27 última modificação: 29/07/2014 09h06

A Polícia Federal (PF) realizou nesta terça-feira (3), em conjunto com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), operação de combate à comercialização ilegal de toxina botulínica (botox). Estão sendo cumpridos 23 mandados judiciais contra empresas distribuidoras em oito estados: São Paulo, Pernambuco, Minas Gerais, Paraíba, Alagoas,  Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

As investigações da Operação Narke, iniciadas há nove meses, apuraram que o produto entra de maneira clandestina no País e é vendido para médicos de diversas cidades. A circulação ilegal ocorre há pelo menos cinco anos.

A toxina botulínica, além da aplicação estética, é utilizada de forma terapêutica, inclusive para tratamento de disfunções neurológicas e motoras. No mercado ilícito, a toxina é vendida por preços que variam entre R$ 350 e 400 a unidade, enquanto o exemplar autorizado pode chegar a R$1.000 cada.

Os envolvidos responderão por crimes contra a saúde pública, considerados hediondos, contrabando e formação de quadrilha. As penas máximas são de 15, três e quatro anos de reclusão, respectivamente.

Fonte:
Agência Brasil

 


Saiba mais sobre as ações da Anvisa

Conheça a ação de outras agências reguladoras do País

 

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Fiocruz participa da Semana Nacional dos Museus com uma série de atividades
Museu da Vida da Fiocruz, no Rio de Janeiro, apresenta uma programação especial em homenagem à Semana Nacional dos Museus
Campanha do Ministério da Saúde incentiva a doação de leite materno
Ministério da Saúde lançou campanha para incentivar a doação de leite materno com slogan "Um pouquinho do que você doa, é tudo para quem precisa"
Governo decreta fim da Emergência Nacional para o vírus zika e microcefalia
Governo decretou fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para o vírus zika e a microcefalia. Medida ocorre após queda na ocorrência dos casos do vírus no País.
Museu da Vida da Fiocruz, no Rio de Janeiro, apresenta uma programação especial em homenagem à Semana Nacional dos Museus
Fiocruz participa da Semana Nacional dos Museus com uma série de atividades
Ministério da Saúde lançou campanha para incentivar a doação de leite materno com slogan "Um pouquinho do que você doa, é tudo para quem precisa"
Campanha do Ministério da Saúde incentiva a doação de leite materno
Governo decretou fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para o vírus zika e a microcefalia.  Medida ocorre após queda na ocorrência dos casos do vírus no País.
Governo decreta fim da Emergência Nacional para o vírus zika e microcefalia

Últimas imagens

Glaucoma não tem cura, mas pode ser controlado com colírios ou cirurgia
Glaucoma não tem cura, mas pode ser controlado com colírios ou cirurgia
Divulgação/Governo do Espírito Santo
O laboratório público Bio-Manguinhos/Fiocruz produz cerca de 6 milhões de doses mensais da vacina
O laboratório público Bio-Manguinhos/Fiocruz produz cerca de 6 milhões de doses mensais da vacina
Divulgação/Ministério da Saúde
Percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente deve aumentar em no mínimo 17,8%
Percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente deve aumentar em no mínimo 17,8%
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Índice de reajuste pode ser aplicado somente a partir da data de aniversário de cada contrato
Índice de reajuste pode ser aplicado somente a partir da data de aniversário de cada contrato
Arquivo/Agência Brasil

Governo digital