Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 04 > Provab: médicos, enfermeiros e dentistas terão bolsa anual de R$ 2, 3 mil para qualificação

Saúde

Provab: médicos, enfermeiros e dentistas terão bolsa anual de R$ 2, 3 mil para qualificação

por Portal Brasil publicado: 30/04/2012 15h38 última modificação: 29/07/2014 09h06

Os profissionais selecionados para o Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab) serão contemplados com um Curso de Especialização com foco na Atenção Básica, conforme edital divulgado na última sexta-feira (27), no Diário Oficial da União (DOU).

O curso, ministrado na modalidade ensino à distância (EAD), terá a duração de um ano. Os inscritos serão direcionados para a instituição que atenderá ao município para o qual o profissional foi selecionado pelo programa no Edital Nº 6/GM/MS, de fevereiro de 2012.

Os profissionais selecionados no Provab que ainda não foram contratados, além de participar da especialização, poderão receber bolsa no valor de R$ 2.384,82. Só tem direito à bolsa aqueles que não têm vínculo empregatício com a atenção básica e não estão inseridos no quadro das equipes já atuantes no município.

O curso será ministrado no período de 15 de junho de 2012 a 30 de junho de 2013. As atividades em serviço terão início em 15 de junho e, as atividades acadêmicas, em 1º de julho. A especialização contará com tutoria a distância definida por instituições de ensino superior integrantes do sistema Universidade Aberta do SUS (Unasus).

 

Inscrições

O profissional selecionado pelo programa deve se inscrever no período de 16 a 23 de maio, por meio da Plataforma Arouca, acessando o site.

As vagas serão distribuídas entre as instituições de ensino superior, definidas para oferecer o curso de especialização e que compõem o sistema Unasus.

Para cada unidade da federação haverá uma universidade do sistema Unasus responsável pela oferta de vagas. O profissional de saúde terá acesso aos editais específicos para o curso de especialização das instituições de ensino superior vinculadas ao sistema assim que registrar seu interesse.

Para ganhar a bolsa, o profissional terá que cumprir, semanalmente, oito horas em atividades acadêmicas e 32 horas em atividades nas Unidades Básicas de Saúde e na gestão da Atenção Básica do Sistema Único de Saúde (SUS), no município. Os participantes serão supervisionados mensalmente por especialistas das instituições de ensino superior, hospitais de ensino e de programas de residência.

A bolsa, na modalidade trabalhador-estudante, será concedida pelo prazo improrrogável de 12 meses, contados a partir da data da matrícula no curso de especialização. Os critérios de avaliação dos participantes e as sanções previstas para o caso de rompimento do acordo entre profissionais, municípios e instituições de ensino serão definidos pela comissão gestora do programa. O não cumprimento das exigências estabelecidas implicará em suspensão do benefício.

Um novo termo de compromisso entre o Ministério da Saúde e o município será firmado para recepção do trabalhador-estudante bolsista. O acompanhamento das atividades que serão desenvolvidas por este profissional. 

No caso de o município não demonstrar interesse pelo profissional selecionado, a comissão gestora do Provab proporá remanejamento para outro município participante do programa. Não havendo preenchimento das vagas por parte dos municípios participantes do Provab, outros municípios não participantes terá a possibilidade de contar com este profissional. Essa definição será feita através de edital específico.

 

Trabalhador-estudante

A Portaria 754, abril de 2012, define o trabalhador-estudante como o profissional de saúde com diploma de nível superior (realizando curso de especialização, mestrado profissional e programa de residência) e os profissionais de nível médio, matriculados em curso de especialização de nível técnico vinculado a determinada habilitação profissional.

 

Provab

O Provab foi criado pelo Ministério da Saúde para incentivar médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas a atuarem na Atenção Básica nos municípios com carência de profissionais em áreas de extrema pobreza e periferias das regiões metropolitanas.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Ministério da Saúde habilita serviços ambulatoriais para processo transexualizador
Nove centros médicos públicos já estão habilitados a atender quem não se identifica com o gênero de nascimento. Desde 2008, o SUS já realizou mais de 300 cirurgias de mudança de sexo
Saúde lança protocolo para atendimento precoce de câncer em crianças e adolescentes
Protocolo busca orientar profissionais de saúde a conduzir casos suspeitos e confirmados da doença
Novo tratamento para varizes é disponibilizado para pacientes do SUS
Ministério da Saúde disponibiliza novo tratamento para as varizes para pacientes do SUS. É a Escleroterapia Ecoguiada com Espuma.
Nove centros médicos públicos já estão habilitados a atender quem não se identifica com o gênero de nascimento. Desde 2008, o SUS já realizou mais de 300 cirurgias de mudança de sexo
Ministério da Saúde habilita serviços ambulatoriais para processo transexualizador
Protocolo busca orientar profissionais de saúde a conduzir casos suspeitos e confirmados da doença
Saúde lança protocolo para atendimento precoce de câncer em crianças e adolescentes
Ministério da Saúde disponibiliza novo tratamento para as varizes para pacientes do SUS. É a Escleroterapia Ecoguiada com Espuma.
Novo tratamento para varizes é disponibilizado para pacientes do SUS

Últimas imagens

O surto de febre amarela atinge 42 municípios do estado, que têm casos confirmados.
O surto de febre amarela atinge 42 municípios do estado, que têm casos confirmados.
Divulgação/Ministério da Saúde
Resoluções determinam ainda que as empresas recolham os estoques existentes do mercado
Resoluções determinam ainda que as empresas recolham os estoques existentes do mercado
Divulgação/Anvisa
Cada estado recebeu valor baseado na estimativa da população a ser vacinada
Cada estado recebeu valor baseado na estimativa da população a ser vacinada
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Ministério da Saúde já destinou mais de R$ 105 milhões para 1.582 municípios desde 2012
Ministério da Saúde já destinou mais de R$ 105 milhões para 1.582 municípios desde 2012
Divulgação/EBC
Até esta terça (14), 234 casos foram confirmados no País
Até esta terça (14), 234 casos foram confirmados no País
Leo Ola/Prefeitura de Guaçuí (ES)

Governo digital