Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 04 > Técnicos iniciam em abril visitas a 6 estados para ampliar área livre de febre aftosa

Saúde

Técnicos iniciam em abril visitas a 6 estados para ampliar área livre de febre aftosa

por Portal Brasil publicado: 05/04/2012 17h37 última modificação: 29/07/2014 09h06

As etapas do inquérito soroepidemiológico, que poderá ampliar a área livre de febre aftosa no Brasil, foram definidas e começarão a ser executadas nos próximos dias. Os aspectos envolvidos nessa ação foram apresentados e discutidos durante dois dias por técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e representantes dos serviços veterinários estaduais e das Superintendências Federais de Agricultura (SFAs) dos seis estados que participarão inicialmente da avaliação – Alagoas, Ceará, Maranhão, Pará, Pernambuco e Piauí. Ao final, foi definido o cronograma de trabalho. O encontro foi encerrado na quarta-feira (4), no auditório da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em Brasília.

As primeiras atividades serão a organização das equipes e o treinamento dos técnicos que participarão dos trabalhos nos estados. Ambas serão realizadas ainda no mês de abril. O cronograma segue com ações – como visita prévia às propriedades, colheita de amostras, inspeção clínica e testes laboratoriais – até outubro, quando serão analisados os resultados e avaliado, junto com outros dados operacionais dos serviços veterinários estaduais, se o bloco poderá ser reconhecido como livre de aftosa com vacinação.

Durante a reunião também ficou acertado que a primeira etapa da vacinação nos seis estados, prevista para começar no dia 1º de maio, será transferida para 1º de junho. A decisão foi tomada para que os técnicos dos serviços veterinários oficiais possam, antecipadamente, visitar todas as propriedades que terão recolhimento de amostras e serão monitoradas durante o inquérito. O objetivo é orientar os produtores sobre os procedimentos que eles deverão cumprir no período, como a proibição de vacinar os animais até a conclusão dos estudos a campo. A segunda fase da campanha, programada para novembro, segue sem alteração.

“Reforçamos que todos precisam se engajar para que o cronograma previsto seja cumprido. O inquérito é uma etapa indispensável para um futuro reconhecimento da região como zona livre de febre aftosa, que beneficiará a todos. Ele exigirá um esforço adicional dos serviços veterinários oficiais, pois irá transcorrer em paralelo às atividades normais, e a importante participação do produtor”, destaca o coordenador do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (Pnefa), Plínio Leite Lopes.

 

Fonte:
Ministério da Agricultura

 


Conheça números da agricultura e pecuária no Brasil

Campanha de vacinação contra febre aftosa de 2012 começa pelo Amazonas

Ministério da Agricultura faz auditorias para ampliar zona livre de aftosa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Outubro Rosa conta com ações de conscientização na Rodoviária do Plano Piloto em Brasília. O objetivo é alertar as mulheres da importância do diagnóstico precoce
Outubro Rosa conta com ações de conscientização em todo o país
Expectativa é que o remédio, considerado mais seguro e de ação rápida, esteja disponível já em 2018
Insulina análoga será ofertada no tratamento de crianças com diabetes
Os recursos são destinados para custeio e melhoria do atendimento do Samu em municípios de todas as regiões
Samu recebe reforço federal de R$ 33 milhões

Últimas imagens

Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Estabelecimentos que adaptarem os serviços podem receber adicional de até R$ 2,4 milhões por ano
Foto: Karina Zambrana/Ministério da Saúde
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
A cada ano, as vacinas influenza sazonais são modificadas para proteção contra estirpes virais em circulação
Arquivo/Ministério da Saúde
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Com a globalização, vírus do sarampo e rubéola, endêmicos na Europa, podem voltar a circular no Brasil
Foto: Andre Borges/Agência Brasília

Governo digital