Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 05 > CNI quer parceria com Anvisa para aperfeiçoar normas de vigilância sanitária nas indústrias

Saúde

CNI quer parceria com Anvisa para aperfeiçoar normas de vigilância sanitária nas indústrias

por Portal Brasil publicado: 22/05/2012 16h03 última modificação: 29/07/2014 09h05

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) vai assinar em junho, com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), acordo visando ao trabalho conjunto para o aperfeiçoamento do cumprimento de regras na área da vigilância sanitária.

A diretora de Relações Institucionais da CNI, Mônica Messenberg, disse nesta segunda-feira (21) que a parceria vai ajudar na análise de impactos de novas normas adotadas pelos setores ligados à CNI.

Ela considera que a regulação "é importante para acompanhamento da qualidade e da competitividade na indústria visando aos impactos de normas sobre as estruturas de produção". “O tempo que leva para a avaliação de novos produtos e a prioridade da inovação para a sustentabilidade da indústria no mundo globalizado é um ponto que tem que ser considerado quando se fala em regulação", completou.

A CNI já está trabalhando ao lado de outras agências reguladoras em torno da questão, focando as demandas e preocupações do setor produtivo quanto à regulação. "Preocupa-nos que a regulação fique descolada da realidade da ponta, do impacto sobre as estruturas da produção local. Temos que atentar para o que é factível em termos de regulação, em quanto tempo devem ser atendidas as exigências, para que a relação do órgão fiscalizador e o fiscalizado seja menos repressiva e mais educativa", disse a diretora.

A regulação na área da vigilância sanitária é objeto de constante aperfeiçoamento em todos os grandes países. Na última sexta-feira (18), o diretor-presidente da Anvisa, Dirceu Barbano, participou em Genebra, na Suiça, de seminário que tratou da regulação sanitária no mundo e aperfeiçoamento do intercâmbio entre agências reguladoras. Participaram delegações de 50 países.

A Anvisa dispõe de banco de dados que permite ao público consultar, pela internet, informações sobre produtos de saúde, alimentos, remédios, saneantes, cosméticos e outros.

 

Fonte:
Agência Brasil

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Neste ano o Ministério da Saúde pretende ampliar esses serviços a partir de mudanças que estão sendo formuladas
Mais de 196 milhões de consultas foram realizadas nas unidades básicas de saúde em 2016
Ministro da Saúde apresenta balanço da economia feita desde que assumiu a pasta
Prontuário eletrônico dos pacientes do SUS deve ser implantado em todo país até final de 2018
Atualmente, cerca de 10 milhões de pessoas são beneficiadas por mês com a iniciativa
Farmácia Popular vai receber mais R$ 80 milhões por ano para a compra de medicamento

Últimas imagens

Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Para essa faixa etária orientação é esquema com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses
Foto: Rodrigo Nunes/MS
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Medida foi possível após realocação dos R$ 100 milhões destinados à Rede Própria do Farmácia Popular
Arquivo/Ministério da Saúde
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Homens têm mais diabetes, colesterol elevado, obesidade e pressão alta
Olival Santos/Governo de Alagoas
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Programa ainda conscientiza os pais sobre a importância da participação no acompanhamento da gravidez
Divulgação/Prefeitura de Itanhaém (SP)

Governo digital