Você está aqui: Página Inicial > Saúde > 2012 > 05 > Ministério da Saúde amplia recursos do Samu para São Paulo e Bahia

Saúde

Ministério da Saúde amplia recursos do Samu para São Paulo e Bahia

por Portal Brasil publicado: 22/05/2012 19h10 última modificação: 29/07/2014 09h05

O Ministério da Saúde está investindo na rede Saúde Toda Hora, que articula e integra todos os equipamentos de saúde para ofertar à população acesso humanizado e integral aos serviços de urgência e emergência. Por isso, foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) da última segunda-feira (21), oito portarias que habilitam repasse de custeio de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e redefinem recursos financeiros de Centrais Regionais de Regulação das Urgências.

No estado de São Paulo, a Central Regional de Regulação das Urgências de São José do Rio Preto teve seu incentivo de custeio reajustado de R$ 19 mil para R$ 64 mil por mês, totalizando R$ 768 mil por ano. Isto se deve a regionalização do Samu 192 que resultou no aumento da cobertura populacional.Essa central atenderá a população de 741.505 mil habitantes nos 31 municípios.

Além disso, 16 Unidades de Suporte Básico (USB) foram habilitadas a receberem custeio no valorde R$ 150 mil por ano para os municípios componentes da Central de São José do Rio Preto, onde estão incluídas as cidades de Paulo Faria, Planalto, Tanabí,Icém, Monte Aprazível, Palestina, Cedral, Nova Granada, Mirassol, Mendonça,Ibirá, José Bonifácio, com uma unidade cada.

Já São José do Rio Preto contará com quatro unidades e receberá R$ 660 mil por duas Unidades de Suporte Avançado (USA). O município paulista de Cunha também receberá R$ 150 mil por ano por uma USB.

Na Bahia, a Central Regional de Regulação das Urgências de Guanambi teve seu incentivo de custeio aumentado de R$ 19 mil para R$ 49 mil por mês, totalizando R$ 588 mil por ano.A Central de Guanambi cobre 21 municípios no total de 430.702 habitantes, e possui uma USA, 13 USB e uma motolância.

A Central Regional de Regulação das Urgências de Jequié também passou de R$ 19 mil para R$ 49 mil por mês, totalizando R$ 588 mil por ano. Essa Central cobre 492.199 habitantes de 25 municípios e possui duas USA,15 USB e uma motolância.

Os municípios Lafaiete Coutinho, Dário Meira e Planaltino,que fazem parte da Central de Jequié, também receberão custeio de R$ 150 mil por uma Unidade de Suporte Básico, cada um. O município baiano Mansidão também que receberá R$ 150 mil anual de custeio por uma USB.

Atendimento em rede

A Rede de Urgências  é pensada de forma integrada e coloca à disposição da população serviços mais próximos de sua residência. Com as Centrais de Regulação Médica das Urgências do Samu 192, o Ministério da Saúde trabalha na organização da estrutura disponível.

Ao discar o número 192, o cidadão estará ligando para uma central de regulação que conta com profissionais de saúde e médicos treinados para dar orientações de primeiros socorros por telefone. São estes profissionais que definem o tipo de atendimento, unidade móvel e equipe adequada a cada caso.

A Unidade de Suporte Básico (USB) é um veículo destinado ao transporte inter-hospitalar de pacientes com risco de vida conhecido e ao atendimento pré-hospitalar de pacientes com risco de vida desconhecido, nãoclassificado com potencial de necessitar de intervenção médica no local e/ou durante transporte até o serviço de destino. Tripulada por dois profissionais,sendo um motorista e um técnico ou auxiliar de enfermagem.

Já a Unidade de Suporte Avançado (USA) é um veículo destinado ao atendimento e transporte de pacientes de alto risco em emergências pré-hospitalares e/ou de transporte inter-hospitalar que necessitam de cuidados médicos intensivos. Deve contar com os equipamentos médicos necessários para esta função. Tripulada por três profissionais, sendo um motorista, um enfermeiro e um médico.

Quando uma unidade móvel do Samu 192 é enviada para o atendimento, os profissionais de saúde já sabem para onde levarão o paciente. É o fim da peregrinação à procura de um leito, com a unidade móvel buscando onde deixar o paciente. Ou seja, o Samu 192 realiza o direcionamento para o serviço mais próximo e adequado, assim a equipe que está na unidade móvel ganha tempo (diminui o tempo/resposta), o que é crucial no atendimento as emergências.

 

Fonte:
Ministério da Saúde

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Missão Transplante

Últimos vídeos

Fiocruz participa da Semana Nacional dos Museus com uma série de atividades
Museu da Vida da Fiocruz, no Rio de Janeiro, apresenta uma programação especial em homenagem à Semana Nacional dos Museus
Campanha do Ministério da Saúde incentiva a doação de leite materno
Ministério da Saúde lançou campanha para incentivar a doação de leite materno com slogan "Um pouquinho do que você doa, é tudo para quem precisa"
Governo decreta fim da Emergência Nacional para o vírus zika e microcefalia
Governo decretou fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para o vírus zika e a microcefalia. Medida ocorre após queda na ocorrência dos casos do vírus no País.
Museu da Vida da Fiocruz, no Rio de Janeiro, apresenta uma programação especial em homenagem à Semana Nacional dos Museus
Fiocruz participa da Semana Nacional dos Museus com uma série de atividades
Ministério da Saúde lançou campanha para incentivar a doação de leite materno com slogan "Um pouquinho do que você doa, é tudo para quem precisa"
Campanha do Ministério da Saúde incentiva a doação de leite materno
Governo decretou fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para o vírus zika e a microcefalia.  Medida ocorre após queda na ocorrência dos casos do vírus no País.
Governo decreta fim da Emergência Nacional para o vírus zika e microcefalia

Últimas imagens

Glaucoma não tem cura, mas pode ser controlado com colírios ou cirurgia
Glaucoma não tem cura, mas pode ser controlado com colírios ou cirurgia
Divulgação/Governo do Espírito Santo
O laboratório público Bio-Manguinhos/Fiocruz produz cerca de 6 milhões de doses mensais da vacina
O laboratório público Bio-Manguinhos/Fiocruz produz cerca de 6 milhões de doses mensais da vacina
Divulgação/Ministério da Saúde
Percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente deve aumentar em no mínimo 17,8%
Percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente deve aumentar em no mínimo 17,8%
Foto: Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde
Índice de reajuste pode ser aplicado somente a partir da data de aniversário de cada contrato
Índice de reajuste pode ser aplicado somente a partir da data de aniversário de cada contrato
Arquivo/Agência Brasil
Produtos da Cosmed também são fabricados pela Brainfarma, responsável pela linha de produção
Produtos da Cosmed também são fabricados pela Brainfarma, responsável pela linha de produção
Divulgação/Ministério da Saúde

Governo digital